Teresina, 19 de abril de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Governo avalia incentivos para renovação da frota de caminhões em pacote de medidas para redução do preço de carros populares

Governo Lula avalia a inclusão de incentivos para a renovação da frota de caminhões no país. A proposta, que visa modernizar os veículos em circulação e impulsionar a economia, já foi apresentada ao presidente Lula e está sendo discutida entre o Ministério da Fazenda e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC).
Governo Lula estuda incluir incentivos para renovação de frota de caminhões no Brasil
Incentivo para renovação de frota de caminhões foi apresentado ao presidente Lula.

O governo Lula está avaliando a inclusão de incentivos para a renovação da frota de caminhões no pacote de medidas visando a redução do preço do carro popular. A proposta está em discussão entre o Ministério da Fazenda e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), e já foi apresentada ao presidente Lula.

A estratégia é anunciar simultaneamente a redução de impostos para carros populares e o incentivo para a renovação de caminhões. O Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou que o programa voltado para a indústria automobilística passou por revisões, com a aprovação do presidente, e deve ser finalizado até a próxima segunda-feira (5).

Os objetivos da equipe econômica incluem clarificar os critérios para a redução de impostos em carros populares, com o intuito de fornecer maior previsibilidade em relação à renúncia fiscal a ser compensada. O governo anunciou recentemente benefícios fiscais para carros de até R$ 120 mil, baseados em critérios como eficiência energética, preço e conteúdo nacional. Contudo, ainda precisam ser detalhados os aspectos como a redução dos impostos, o impacto na arrecadação e como a medida será compensada para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal e manter a meta de redução do déficit público deste ano.

Entenda a proposta de inventivo a renovação de frota de caminhões

A proposta de retirar da circulação caminhões com alta quilometragem e oferecer incentivos para a compra de novos veículos não é nova. No final do último ano, o governo Bolsonaro regulamentou o Programa de Aumento da Produtividade da Frota Rodoviária (Programa Renovar), visando incentivar a retirada voluntária de veículos que não atendiam aos parâmetros técnicos ou tinham mais de 30 anos de fabricação. Na época, foi informado que aproximadamente 26% dos caminhões em circulação no Brasil tinham mais de 30 anos de fabricação, somando 3,5 milhões de veículos.

Essa proposta traz potenciais vantagens e desafios. A modernização da frota de caminhões pode trazer benefícios ambientais e de segurança no trânsito, além de impulsionar a indústria automobilística e a economia. No entanto, é preciso considerar os custos para os caminhoneiros e transportadoras, bem como as implicações fiscais e financeiras para o governo.

A indústria automobilística está com expectativas positivas em relação a essa proposta, pois a renovação da frota de caminhões pode impulsionar as vendas de veículos comerciais e estimular a produção e empregos no setor. No entanto, é necessário um planejamento cuidadoso para garantir a viabilidade econômica e a sustentabilidade fiscal dessa medida.

Resta aguardar os detalhes finais do programa e acompanhar as repercussões econômicas e fiscais que essa medida poderá trazer para o país.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você