Teresina, 23 de maio de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Inflação diminui e crescimento do PIB em 2023 melhora, projetam especialistas

Especialistas atualizaram suas projeções econômicas para o Brasil, com destaque para a queda na inflação e a melhora do crescimento do PIB em 2023. Segundo a pesquisa semanal Focus do Banco Central, as expectativas para o IPCA foram revisadas para baixo.
Especialistas projetam melhora da economia brasileira.
Economia brasileira: menos inflação

Economistas ajustaram suas projeções para a economia brasileira em 2023 e 2024, revela a mais recente pesquisa semanal Focus, realizada pelo Banco Central. As previsões para a inflação foram revistas para baixo para ambos os anos, enquanto a perspectiva de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2023 foi aprimorada.

Inflação em queda

A nova expectativa é que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – o indicador oficial de inflação – suba 5,80% este ano, uma revisão significativa em relação à taxa de 6,03% prevista na semana passada. Para 2024, a redução da projeção foi mais modesta, passando de 4,15% na última pesquisa para 4,13%.

Nos anos seguintes, 2025 e 2026, a estimativa para a inflação permanece em 4,0%. Vale lembrar que o centro da meta oficial para a inflação em 2023 é de 3,25% e para 2024 e 2025 é de 3,00%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Crescimento do PIB

No lado do crescimento econômico, as perspectivas para 2023 são mais otimistas. Os especialistas agora projetam um crescimento de 1,20% do PIB neste ano, acima da expansão de 1,02% estimada na pesquisa anterior.

Essa revisão positiva veio após dados do BC mostrarem que o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma prévia do PIB, teve um desempenho superior ao esperado no primeiro trimestre do ano.

Entretanto, para 2024, a previsão para o crescimento do PIB foi ligeiramente revisada para baixo, passando de 1,38% para 1,30%.

Cenário cambial e política monetária

Em relação à taxa de câmbio, a projeção é de que o dólar feche a 5,15 reais no final de 2023, abaixo dos 5,20 reais projetados no último boletim Focus.

No cenário da política monetária, a previsão para a taxa Selic no final de 2023 foi mantida em 12,50% pelo quinto boletim consecutivo, enquanto a projeção para 2024 permaneceu inalterada em 10,00% pela 14ª semana consecutiva. Os juros brasileiros estão atualmente em 13,75% ao ano, um nível considerado alto e frequentemente criticado pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Essas projeções apresentam uma visão cautelosamente otimista para a economia brasileira nos próximos anos, mas, como sempre, estão sujeitas a revisões conforme novos dados e eventos globais e nacionais influenciem o cenário econômico.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você