Teresina, 19 de abril de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Thiago Santana, do PSD, assume Prefeitura de São Lourenço do Piauí após eleição suplementar

Tio do prefeito eleito foi cassado em abril deste ano após. Thiago Santana tem 34 anos e foi eleito neste domingo (6).
Thiago Santana eleito prefeito de São Lourenço do Piauí neste domingo (6) em eleição suplementar.
Thiago Santana, prefeito eleito de São Lourenço do Piauí. Foto: Divulgação.

SÃO LOURENÇO DO PIAUÍ – O cenário político da cidade sofreu uma significativa mudança no último domingo (6). O advogado Thiago Santana, de 34 anos, filiado ao PSD, emergiu como o novo prefeito de São Lourenço do Piauí após obter expressivos 56,33% dos votos na eleição suplementar. Ele superou o veterano da política local, Mundola Marques (PT), que registrou 43,67% dos votos.

Contexto político e cassação

A necessidade de uma eleição suplementar surgiu após o ex-prefeito Biraci Damasceno, do PDS e tio de Dr. Thiago, ter seu mandato cassado em abril deste ano por graves acusações. Damasceno foi acusado de oferecer dinheiro e outras vantagens para garantir o apoio dos eleitores. Em uma reviravolta inesperada, o ex-prefeito admitiu, em uma entrevista à Rádio Serra da Capivara, ter cometido boca de urna no dia da eleição. Essa confissão, juntamente com áudios em que o vice-prefeito reconhece a oferta de benefícios a eleitores como crucial para a vitória, culminou na cassação.

Desde a saída de Damasceno, São Lourenço do Piauí esteve sob a administração interina de Iran Damasceno Ribeiro, irmão do prefeito cassado e presidente da Câmara Municipal.

Detalhes da eleição

Na coligação “São Lourenço em Boas Mãos”, que englobou os partidos PSD e Progressistas, Dr. Thiago assegurou sua vitória com 2.251 votos, enquanto seu oponente, Mundola Marques, alcançou 1.745 votos.

É interessante notar que, apesar da mudança de prefeito, o poder em São Lourenço continua sob influência do mesmo grupo político representado anteriormente por Biraci Damasceno.

Mundola Marques, por sua vez, não é novato no cenário político. Com três mandatos como vereador pelo PROS e uma candidatura a vice-prefeito pelo PT em 2020 – ainda que sem sucesso – ele tem uma trajetória política sólida na cidade.

Participação popular

Os eleitores demonstraram seu engajamento cívico. Dos 4.948 cidadãos aptos a votar, 84,5% compareceram às urnas, distribuídos em nove postos de votação – cinco urbanos e quatro rurais.

Próximos passos

O município aguarda, agora, a definição da data em que Thiago Santana será empossado, dando continuidade à gestão pública de São Lourenço do Piauí.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você