Teresina, 28 de maio de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Rafael Fonteles defende critério de pesquisas eleitorais para escolha de candidato do PT em Teresina

Em todas as pesquisas publicadas até agora, Fábio Novo está à frente de Franzé Silva. Declaração de Rafael Fonteles parece ser reforça a Novo.
Rafael Foteles defende pesquisas eleitorais como principal critério para escolha do candidato a prefeito de Teresina pelo PT
Rafael Fonteles durante evento da Marcha das Margaridas: governador defende pesquisas eleitorais na escolha de candidato do PT em Teresina. Foto: Gabriel Paulino.

O governador do Piauí, Rafael Fonteles, anunciou nesta segunda-feira (31) sua posição em relação à escolha do candidato a prefeito de Teresina pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Segundo ele, as pesquisas eleitorais devem ser o critério principal para determinar o nome do partido na corrida pela Prefeitura de Teresina em 2024.

Em suas palavras, Fonteles enfatizou: “Irá prevalecer sobretudo o critério das pesquisas eleitorais, como acho que deve ser no Piauí inteiro, no Brasil inteiro. O PT tem que saber captar o sentimento da população, estar em sintonia com o povo, para fazer essa escolha sintonizada com a população, respeitando os princípios do partido, como sempre, mas não podemos abrir mão de escolher candidatos ou candidatas que estejam na preferência do eleitorado”.

Atualmente, dois pré-candidatos do PT disputam a indicação do partido: os deputados estaduais Franzé Silva, presidente da Alepi, e Fábio Novo, líder do governo na casa.

Franzé Silva reuniu forte apoio partidário, com pelo menos seis partidos anunciando respaldo à sua pré-candidatura. Contudo, apesar de contar com menos adesões, Fábio Novo se mantém na liderança nas últimas pesquisas publicadas, em uma disputa acirrada com Franzé.

A declaração do governador Fonteles é interpretada como um claro sinal de preferência por Fábio Novo, possivelmente influenciando a decisão dos membros do diretório do PT em Teresina. A escolha, que deve acontecer por voto em agosto, determinará o candidato oficial do partido na eleição municipal.

A posição do governador Fonteles reflete a importância da sintonia com o eleitorado e o compromisso em respeitar a vontade popular. Ao mesmo tempo, coloca em destaque a tensão entre as alianças partidárias internas e a opinião pública.

A corrida pela Prefeitura de Teresina promete ser um momento crítico para o PT no estado, e a decisão sobre o pré-candidato deve ressoar nas estratégias do partido em nível local e nacional. A ênfase nas pesquisas eleitorais como critério de seleção destaca a busca por um candidato que possa mobilizar a base eleitoral e traduzir o apoio popular em sucesso nas urnas. A decisão final, agendada para agosto, será um momento-chave na política do Piauí, com implicações potenciais para o panorama político mais amplo do Brasil.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você