Teresina, 16 de julho de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Admilson Brasil esclarece acusações de vereadora e afirma: “nunca tratei mal ninguém”

Secretário de Finanças, Admilson Brasil Lustosa, esclarece e se defende das acusações da vereadora Polyanna Rocha. Veja o vídeo.
Admilson Brasil se defende das acusações da vereadora Polyanna Rocha.
Admilson Brasil Lustosa se defende das acusações de Polyanna Rocha.

O Secretário de Finanças da Prefeitura de Teresina, Admilson Brasil Lustosa, divulgou um vídeo em resposta às alegações da vereadora Pollyana Rocha (PV) de que foi tratada de maneira desrespeitosa durante uma reunião em seu gabinete. Admilson Lustosa, veterano do setor público com 30 anos de experiência, negou categoricamente as acusações e detalhou o contexto do encontro com a vereadora.

Em seu vídeo, Brasil explica que Rocha abordou-o enquanto ele estava saindo da sala do prefeito e o acompanhou até seu gabinete na Secretaria Municipal de Finanças (SEMF). Durante a reunião, Pollyana Rocha solicitou uma liberação adicional de uma emenda parlamentar no valor de R$ 100 mil. O secretário informou de que ela já havia atingido o limite permitido de R$ 400 mil. Ele também recusou outra solicitação da vereadora, uma liberação extra de R$ 165 mil para a Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST), também por restrições orçamentárias.

“A vereadora me encontrou na sala de saída do prefeito e veio comigo até o gabinete da SEMF. Aqui ela solicitou a liberação de uma emenda parlamentar extra no montante de R$ 100 mil reais, e eu comuniquei a ela que ela já havia atingido o teto determinado de R$ 400 mil reais. Ali ela pediu a solicitação de uma liberação de uma cota extra para SEMEST de 165 (mil) referente a uma feita que deveria ter ocorrido em maio, também negado por nós. A negativa disso se deu por uma questão orçamentária da Prefeitura. Em nenhum momento eu a agredi ou gritei com a vereadora. Eu não vi onde ela tirou essa ideia. Mas, graças a Deus, estavam aqui no ambiente 12 pessoas que viram a situação e em nenhum momento eu agredi ou falei alto com a vereadora”.

Admilson Brasil Lustosa

“Estou há 30 anos no setor público e nunca tratei mal ninguém”, reafirma Admilson Brasil

Admilson Brasil, que é auditor fiscal de carreira do Estado e já ocupou a secretaria durante o mandato do ex-prefeito Firmino Filho, reiterou seu compromisso com a conduta profissional, destacando seus 30 anos de experiência no serviço público. “Eu atendi a cinco vereadores na semana passada, e todos receberam a mesma resposta”, disse.

O secretário de Finanças assegurou aos cidadãos de Teresina que a SEMF está sempre aberta a qualquer cidadão, assim como a qualquer vereador da cidade e que nunca maltratou ninguém em meus 30 anos de serviço público.

“Destaco que ess semana passada eu atendi cinco vereadores, e todos tiveram a mesma resposta. Eu digo ainda mais aos senhores teresinenses, a SEMF está de porta aberta a qualquer munícipe, assim como a qualquer vereador da cidade. Não tratei mal, não falei alto com ela ou com ninguém. Estou há 30 anos no serviço público e nunca tratei mal ninguém”.

No vídeo, de forma serena, Admilson ainda relatou que prestou hoje (12) sobre o caso.

Entenda o fato

As acusações vieram à luz após a vereadora Polyanna Rocha, que também é vice-presidente da Câmara Municipal de Teresina, registrar um boletim de ocorrência contra Lustosa, alegando “violência psicológica contra a mulher”. Admilson Brasil confirmou que prestou depoimento à polícia sobre o incidente. Ele não teve a oportunidade de se defender dessas acusações feitas na Câmara Municipal, pois a Casa entrou em recesso, o que o levou a emitir a resposta em vídeo.

Veja o vídeo

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM

Eleição não é matemática

Eleição é uma manifestação da alma humana, e essa alma, rica em sentimentos e emoções, nunca pode ser completamente capturada por números.

ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você