Teresina, 16 de julho de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

União intercede para honrar empréstimos do Governo do Piauí e paga R$ 334,22 milhões em 2023

O Governo do Piauí enfrenta dificuldades financeiras e a União precisou intervir para garantir o pagamento de empréstimos. No primeiro quadrimestre de 2023, a União pagou R$ 334,22 milhões em garantias para evitar uma moratória. Conheça os principais credores e as consequências para as finanças do estado.
União já pagou em 2023 mais de 330 milhões de reais em parcelas de empréstimos contraídas pelo governo do Piauí
Governo não paga e União tem que honrar pagamentos de empréstimos contraídos no governo de Wellington Dias.

O Governo do Piauí tem enfrentado dificuldades para honrar suas obrigações financeiras nos últimos meses. Como resultado, a União, na condição de garantidora dos empréstimos contraídos pelo Estado junto a Bancos nacionais e internacionais, teve que intervir e realizar pagamentos significativos para evitar uma moratória, que poderia ter sérias implicações para a credibilidade financeira do país.

Ao todo, oito estados foram socorridos pela União para honrar as parcelas dos empréstimos no primeiro quadrimestre de 2023. Minas Gerais (R$ 1.4 bilhão), Rio de Janeiro (R$ 782 milhões), Maranhão (R$ 414 milhões), Rio Grande do Sul (R$ 406 milhões), Piauí (R$ 334 milhões), Goiás (R$ 308 milhões), Pernambuco (R$ 141 milhões) e Espírito Santo (R$ 61 milhões).

O que são Honras de Garantias

As honras de garantias são pagamentos realizados pela União quando um estado ou ente federativo não consegue cumprir com suas obrigações financeiras. Isso ocorre porque, em muitos casos, a União atua como garantidora de empréstimos contraídos pelos estados ou municípios junto a instituições financeiras.

Quando o ente federativo não consegue realizar o pagamento da dívida no prazo estabelecido, a União, como garantidora, é obrigada a liquidar o débito junto ao credor. A Secretaria do Tesouro Nacional monitora os atrasos de pagamentos dos contratos garantidos pela União, estabelecendo prazos para regularização das pendências e alertando os devedores para as sanções, penalidades e consequências previstas nos contratos e na legislação pertinente.

A situação do Piauí

No caso do Piauí, a União teve que honrar R$ 334,22 milhões em garantias no primeiro quadrimestre de 2023. Entre as dívidas do Piauí pagas pela União estão os pagamentos de parcelas do empréstimo junto ao Banco Itaú, BIRD, BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Esses pagamentos feitos pela União são uma consequência direta da incapacidade do Estado de honrar suas obrigações financeiras dentro do prazo.

Os principais credores do Piauí

Os principais credores do estado do Piauí são instituições financeiras para as quais o estado contraiu empréstimos em operações internas – junto a instituições financeiras nacionais, ou externas, junto a bancos e fundos internacionais, como é o caso do BIRD e do FIDA.

Quando o Piauí não conseguiu realizar os pagamentos no prazo estabelecido, a União, como garantidora, teve que intervir e realizar os pagamentos. Aqui estão os principais credores do Piauí e os valores que a União teve que pagar para cada um até agora em 2023:

Banco Itaú

Banco Itaú: governo do Piauí não pagou parcelas do empréstimo contraído junto ao Banco e valores foram quitados pela União.
O Itaú Unibanco é uma das maiores instituições financeiras do Brasil, com sede em São Paulo.

A União pagou parcelas do empréstimo junto ao Banco Itaú de 13,1 milhões em fevereiro e 11,96 milhões em março, totalizando R$ 25,06 milhões.

BIRD (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento)

O BIRD, também conhecido como Banco Mundial, é uma organização internacional que oferece assistência financeira e técnica aos países em desenvolvimento.

Três parcelas do empréstimo tiveram que ser honradas pela União porque o Piauí não pagou: em 02 de março foram 89,55 milhões, e no dia 28 do mesmo mês, duas parcelas, uma no valor de 4,88 milhões e outra no valor de 32,46 milhões, totalizando R$ 126,89 milhões.

BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)

O BNDES é uma instituição financeira federal brasileira, responsável por financiar projetos de longo prazo com impacto socioeconômico.

A União honrou em 2023 seis pagamentos: em 19 de fevereiro foram duas parcelas, uma de 5,86 milhões e outra de 1,06 milhões. No dia 23 do mesmo mês, mais duas, de 1,05 milhões e outra de 5,70 milhões. Em março, no dia 20, mais 5,41 milhões e dia 28, a União teve que pagar novamente 4,83 milhões, totalizando R$ 23,91 milhões.

Banco do Brasil e Caixa

Banco do Brasil e Caixa, ambos também tiveram que ser pagos pela União, já que o Estado do Piauí não pagou as parcelas. Além deles, a União teve que honrar pagamentos com o FIDA – Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola. Somados chegam a R$ 158,36 milhões.

Impacto nas finanças do estado

Após a União honrar essas garantias, medidas são tomadas para compensar o pagamento, incluindo o bloqueio de receitas próprias e transferências constitucionais do estado em questão. Isso pode ter um impacto significativo nas finanças do estado e em sua capacidade de investir em áreas importantes como saúde, educação e infraestrutura.

A situação do Piauí demonstra o que todos temiam: as consequências financeiras da quantidade de empréstimos contraídos durante os mandatos de Wellington Dias(PT). Rafael Fonteles, seu sucessor, ex-secretário de Fazenda de Wellington nos seus dois últimos mandatos tem o desafio de organizar a gestão fiscal e torná-la mais eficente.

Veja o relatório do Tesouro Nacional

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM

Eleição não é matemática

Eleição é uma manifestação da alma humana, e essa alma, rica em sentimentos e emoções, nunca pode ser completamente capturada por números.

ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você