Teresina, 28 de maio de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Visita de Maduro ao Brasil gera onda de indignação entre parlamentares da direita

A visita recente do presidente venezuelano Nicolás Maduro ao Brasil causou revolta entre os parlamentares bolsonaristas, que manifestaram sua indignação nas redes sociais e enviaram um documento à embaixadora dos Estados Unidos pedindo ações do governo americano.
Políticos protestam nas redes sociais contra a visita de Nicolás Maduro, da Venezuela
Maduro o Brasil causa revolta entre políticos da direita. Foto: Marcelo Camargo

A recente visita do presidente venezuelano Nicolás Maduro ao Brasil desencadeou uma onda de indignação entre os parlamentares bolsonaristas. Nas redes sociais, os legisladores condenaram a presença de Maduro no país e compartilharam um documento enviado à embaixadora dos Estados Unidos, Elizabeth Frawley Bagley, pedindo ações do governo americano.

O pedido à embaixada Americana

A iniciativa do ofício partiu do deputado federal Zé Trovão (PL-SC) e foi seguida por outros membros do PL, como o deputado federal Gustavo Gayer (GO) e a deputada Bia Kicis (DF). Os documentos informam a presença de Nicolás Maduro no Brasil e pedem informações sobre quais medidas podem ser tomadas pelo governo americano para a captura do presidente venezuelano.

Zé do Trovão expressou sua indignação no Twitter, aguardando uma resposta da embaixada americana sobre a presença de Maduro no Brasil. A deputada Bia Kicis endossou o apelo à Embaixada, denunciando a chegada de Maduro a Brasília e solicitando providências cabíveis. Gustavo Gayer também compartilhou o conteúdo do documento, reforçando a iniciativa de Zé do Trovão.

Repúdio à visita de Maduro

Outros parlamentares ligados ao ex-presidente Jair Bolsonaro também repudiaram a visita do líder venezuelano. O senador Hamilton Mourão (Republicanos – RS) expressou sua indignação, afirmando que a presença de Maduro no Brasil é uma vergonha para os brasileiros e um desrespeito ao povo venezuelano.

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) provocou Maduro, sugerindo que ele visitasse os EUA. O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) também comentou a visita, acusando Lula de falta de compromisso com a democracia ao receber Maduro.

O ex-procurador Deltan Dallagnol, que teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), postou que o recado de Maduro é claro: se não ganharem nas urnas, eles caçam os seus opositores.

A visita de Maduro

A presença de Maduro no Brasil não era permitida desde agosto de 2019, quando o então presidente Jair Bolsonaro proibiu o ingresso do líder venezuelano e de outras autoridades do país vizinho no país. A visita de Maduro ao Brasil foi para uma reunião com líderes dos 12 países da América do Sul que será realizada em Brasília.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você