Teresina, 19 de abril de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Coordenadora do CadÚnico fala sobre o recadastramento dos beneficiários junto ao sistema

 

O Ministério do Desenvolvimento Social fez uma averiguação no sistema do Cadastro Único (CadÚnico) -, e apurou irregularidades no referido cadastro. Em Picos, segundo a Coordenadora do CadÚnico, Núbia Guimarães, alguns cadastros estão irregulares, sobretudo no que se refere ao endereço do beneficiário, entre outros dados pessoais.

 

Núbia Guimarães, coordenadora do CadÚnico em Picos – Foto – Roberto Oliveira

“De janeiro para cá, estão sendo averiguados os cadastros com inconsistência de dados, ou seja, pessoas fizeram seus cadastros e não colocaram nomes de pessoas que compõe o quadro familiar. E agora, com o novo sistema, Cadastro Unipessoal, onde a pessoa mora só, mas o cpf e o endereço diz o contrário, que consta mais pessoas no seu quadro familiar, são obrigados a se atualizarem. Então, uma vez bloqueado ou cancelado o cadastro, a pessoa não recebe o benefício enquanto não atualizar os dados cadastrais”, explica a gestora.

Nesse sentido, o grande empecilho sobre o cancelamento ou bloqueio de beneficiários cadastrados, diz respeito ao chamado cadastro unipessoal, ou seja, famílias compostas por apenas uma pessoa, nas quais ocorreram mudanças em seu quadro. Assim, diante de inconsistências de dados, programas como Bolsa Família, entre outros, foram cancelados ou bloqueados. A partir de agora é necessário que os beneficiários se dirijam aos Cras e Creas para sua devida regularização cadastral, buscando assegurar seus benefícios.

“Quem se cadastrou há dois nos, tem que se cadastrar, e quando houver mudança no quadro familiar, se modificar alguma coisa, alguém saiu, alguém entrou, uma criança morreu, por exemplo, tem que atualizar os dados. Então, o cadastrado vindo aqui, é uma segurança que ele tem, que não vai ser prejudicado, por que ele veio e informou alguma mudança na sua família”, esclarece Núbia Guimarães.

Em Picos, a regularização, a partir da exclusão dos cadastros irregulares, será feita na sede do CadÚnico, localizado na Rua São Sebastião, no bairro Canto da Várzea, além dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e nos Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) – do município. No município picoense, o CRAS está localizado no bairro Parque de Exposição e o CREAS fica no bairro Morada Nova.

Confira entrevista!


O post Coordenadora do CadÚnico fala sobre o recadastramento dos beneficiários junto ao sistema apareceu primeiro em PREFEITURA DE PICOS.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você