Teresina, 23 de maio de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Descansa o gigante do Direito: Celso Barros Coelho deixa um legado imperecível para o Brasil

Celso Barros tornou-se um patrimônio jurídico nacional. Sua luta pela democracia à frente da OAB foi um capítulo à parte na vida do jurista.
Celso Barros Coelho
Celso Barros: o imortal descansa

No coração de Teresina, os ecos da justiça ressoam na memória de um homem que deixou como legado o trabalho, a sabedoria e inteligência imortalizados em seus escritos e na inspiração que do longo ofício de advogado. Celso Barros Coelho, o titã do Direito, político, acadêmico e pai, cuja vida se estendeu por mais de século, deixou este mundo nesta segunda-feira, deixando para trás uma história tão vasta quanto as planícies de Pastos Bons, cidade onde nasceu.

O choro de despedida será ouvido no auditório da Ordem dos Advogados do Piauí, instituição onde tantas vezes sua voz foi um instrumento em defesa da justiça e da democracia. Amanhã, às 09h, seu corpo será levado ao Cemitério Jardim da Ressurreição, onde descansará entre as fileiras silenciosas daqueles que se foram antes dele.

Celso Barros, coluna do direito e da democracia

Celso Barros Coelho, deputado estadual nos anos 60, viu sua carreira política abruptamente interrompida pelo regime militar, um golpe que teria desmotivado muitos. Mas não ele. Esse piauiense resiliente retornou à arena política nas décadas de 70 e 80, servindo como deputado federal e presidindo a OAB-PI em seis ocasiões distintas entre 1962 e 1974.

O nobre jurista também era membro da Academia Piauiense de Letras, ocupando com distinção a cadeira de número 39. Até os últimos anos de sua vida, apesar das limitações que o tempo impõe, ele continuou em seu escritório, defendendo os princípios do Direito com a mesma dedicação da juventude.

O Brasil perde um dos seus grandes juristas

“Celso Barros é um lutador”, disse seu neto, Celso Barros Coelho Neto, atual presidente da OAB Piauí, enquanto seu olhar se perdia nas memórias do avô. “Ele batalhou para sair do sertão, para superar a perda prematura do pai, para chegar a Teresina e trilhar o próprio caminho. Ele serviu com dignidade em todos os papéis que desempenhou.”

A OAB Piauí prestou sua homenagem, exprimindo pesar pela perda desse membro honorário vitalício. A dor que envolve a instituição é palpável, mas se mistura com a resiliência de quem conhece o legado eternizado de Celso Barros Coelho. 

A vida de Barros Coelho é uma epopeia recheada de vitórias sobre as adversidades, contada em cada linha do seu extenso currículo. Dominava idiomas como latim, grego, francês, italiano e espanhol. Após iniciar seus estudos no Seminário Menor de Teresina aos 16 anos, diplomou-se em Direito no Piauí em 1953, lecionou em diversas universidades e serviu em inúmeras funções jurídicas. A trajetória do advogado Celso Barros Coelho é um testemunho de persistência e dedicação.

Enquanto Teresina mergulha no silêncio deste dia, a memória desse homem notável continuará a ser contada por décadas. Em voz alta. Celso Barros Coelho vive pelo exemplo que deixou.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você