Teresina, 4 de dezembro de 2023
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
PUBLICIDADE

Tiros e agressões marcam tarde de tensão na 25 de Março em São Paulo

A região da 25 de Março, importante centro de comércio popular em São Paulo, foi palco de momentos de tensão e violência nesta segunda-feira. Um grupo de homens trocou tiros, agressões físicas e verbais, deixando uma pessoa ferida. A causa da briga ainda é desconhecida, e as autoridades investigam o ocorrido.
Tumulto e violência na 25 de março, principal centro comercial popular de São Paulo
Tiros e violência na 25 de Março nesta segunda(29).

São Paulo – A tarde desta segunda-feira (29) foi marcada por momentos de tensão e violência na tradicional região da 25 de Março, conhecida como um dos principais pontos de comércio da cidade de São Paulo. Um grupo de homens trocou tiros, agressões físicas e verbais na altura do Shopping Duprat, no centro da capital paulista, conforme relatado pelo SBT.

Tiros em galeria comercial e pancadaria em via pública

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram ao menos três homens disparando tiros de pistola dentro de uma galeria comercial, enquanto outros cinco trocavam socos e pontapés no meio da passagem de veículos. Uma comerciante, em meio à confusão, gritava: “Eita lasqueira!”.

Vítima ferida e situação controlada

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou, por meio de uma nota, que um homem ficou ferido após ser atingido por uma garrafa de vidro na cabeça. A vítima foi socorrida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vergueiro. A Polícia Militar de São Paulo (PMSP) foi acionada para atender a ocorrência e, no final da tarde, a situação no local já estava controlada. Até o momento, não foram notificadas prisões de envolvidos na confusão.

Causa da briga ainda desconhecida

A Agência Brasil informou que a briga teve início na rua, envolveu dezenas de homens e continuou dentro de um estabelecimento comercial. Nas redes sociais, há relatos de que o confronto teria envolvido famílias de iraquianos e libaneses que trabalham na região, mas essa informação não foi confirmada pela SSP e pela Polícia Militar.

A investigação sobre o que levou à confusão ainda está em andamento. Enquanto isso, a região da 25 de Março tenta retomar a normalidade após o episódio de violência que marcou a tarde desta segunda-feira.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você