Teresina, 12 de abril de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Operação Ratio da Polícia Federal investiga esquema de lavagem de dinheiro e corrupção em Teresina

A operação mobilizou 30 Policiais Federais e Auditores da CGU no estado do Piauí para o cumprimento de sete mandados judiciais de busca e apreensão.

Em uma ação conjunta, a Polícia Federal e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram a Operação Ratio na manhã desta quarta-feira (24/5) em Teresina, Piauí. O objetivo da operação é investigar um suposto esquema de lavagem de capitais e ocultação de patrimônio envolvendo empresas suspeitas de fraudes em licitações, corrupção de servidores e desvio de recursos públicos.

Mobilização e mandados judiciais

A operação mobilizou 30 Policiais Federais e Auditores da CGU no estado do Piauí para o cumprimento de sete mandados judiciais de busca e apreensão. Todas as ordens judiciais, expedidas pelo Juízo da 1ª Vara Federal de Teresina/PI, foram cumpridas na capital.

Movimentação suspeita e desvio de recursos

As investigações apontaram para a movimentação suspeita de cerca de R$ 1.600.000 sem justificativa aparente. Esses fundos, decorrentes de licitações e contratações, envolvem o poder público e recursos destinados à pandemia do coronavírus em 2020. Notavelmente, os principais sócios das empresas citadas seriam pessoas interpostas, inclusive beneficiárias de programas assistenciais do Governo Federal.

Possíveis crimes e consequências

Os investigados poderão responder pelo crime de lavagem de bens e valores, associação criminosa e as demais infrações antecedentes identificadas durante a investigação.

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você