Teresina, 12 de abril de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Estudo revela impacto da Covid-19 na progressão do Alzheimer e outras doenças

Pesquisadores investigam o efeito da Covid-19 na aceleração da deterioração cognitiva em pacientes com Alzheimer e outras demências preexistentes.
Estudo revela impacto da Covid-19 em pacientes portadores de Alzheimer e outras doenças.
Alzheimer: Covid-19 agrava a doença

Desde o início da pandemia de Covid-19, neurologistas observaram síndromes neurológicas agudas e de longo prazo, bem como sequelas neuropsiquiátricas da doença. No entanto, o impacto do vírus na cognição humana ainda é pouco compreendido.

Visando esclarecer essa questão, pesquisadores do Bangur Institute of Neurosciences, na Índia, e do University Hospital 12 de Octubre, na Espanha, analisaram os efeitos da Covid-19 no comprometimento cognitivo de 14 pacientes com demência preexistente que apresentaram aceleração da deterioração cognitiva após a infecção. Os pacientes tinham diferentes tipos de demência, como Alzheimer, demência vascular, Parkinson e demência frontotemporal variante comportamental.

O estudo revelou que todos os participantes tiveram rápida progressão da doença após a infecção por Covid-19, independentemente do tipo de demência inicial. Os pesquisadores também notaram que a linha de demarcação entre os diferentes tipos de deterioração neurológica se tornou menos clara após a infecção pelo vírus.

Impacto da Covid-19 em pacientes com Alzheimer

A infecção pelo novo coronavírus tem demonstrado efeitos significativos na aceleração da deterioração cognitiva em pacientes com doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer. Após a infecção por Covid-19, os pacientes com Alzheimer apresentaram rápida progressão da doença, indicando que a presença do vírus pode agravar o declínio cognitivo e intensificar os sintomas já existentes. Essa aceleração destaca a importância de compreender melhor o impacto da Covid-19 na cognição humana e de proteger os pacientes com condições neurodegenerativas preexistentes durante a pandemia.

Os resultados indicam que as características de um tipo específico de demência podem mudar após a infecção, com as demências degenerativas e vasculares começando a se comportar como demência mista. Em pacientes com demência de progressão lenta que eram previamente estáveis cognitivamente, houve um curso de deterioração rápida e agressiva.

“À medida que o envelhecimento da população e o aumento da demência ocorrem em escala global, é essencial reconhecer urgentemente os padrões de déficits cognitivos relacionados à Covid-19 para distinguir entre as disfunções cognitivas diretamente associadas ao vírus e outros tipos de demência. Esse entendimento será fundamental para influenciar pesquisas futuras sobre demência”, afirmou o Dr. Souvik Dubey, do Departamento de Neuromedicina do Bangur Institute of Neurosciences (BIN) e principal investigador do estudo.

Cérebros perdem a capacidade de resistir à Covid-19

Os achados sugerem que cérebros já comprometidos têm pouca defesa para resistir a um novo ataque, como o provocado pelo Sars-CoV-2. Diante disso, os pesquisadores propõem a substituição do termo “névoa cerebral” por “FADE-IN MEMORY”, que engloba fadiga, diminuição da fluência, déficit de atenção, depressão, disfunção executiva, velocidade de processamento de informações diminuída e comprometimento da memória subcortical.

O médico Souvik Dubey, do Departamento de Neuromedicina do Bangur Institute of Neurosciences e investigador principal do estudo, destaca a importância do reconhecimento de padrões de déficits cognitivos associados à Covid-19 para diferenciar entre os prejuízos cognitivos relacionados ao vírus e outros tipos de demência. Esse entendimento será crucial para futuras pesquisas sobre demência.

Fonte: Jornal O GLOBO

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você