Teresina, 23 de fevereiro de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

BBB Tá On: Paula Amorim, casada com Breno, do BBB 18, conta que fazer casal atrapalha o jogo

DISPONÍVEL TAMBÉM NO SEU TOCADOR DE PODCAST PREFERIDO! 👇

Ouça no GloboplayOuça no SpotifyOuça no DeezerOuça no Apple PodcastsOuça no Google PodcastsOuça no CastboxOuça na Amazon Music

O BBB Tá On! Paula Amorim, do BBB 18, e João Luiz Pedrosa, do BBB 21, são os convidados do segundo episódio da temporada e conversaram com Jeska Grecco sobre formar casal e sobre qual estratégia usaram na primeira semana do reality para escapar do Paredão e de uma possível eliminação.

O Big Brother Brasil 2023 mal começou e já está rolando flerte entre alguns brothers. 🔥😍 Estratégia para alguns, “tiro no pé para outros”, Paula, que começou a se relacionar com o marido Breno Simões no reality show, considera que formar casal pode prejudicar no jogo.

No entanto, a ex-BBB acredita que é possível os telespectadores gostarem de um casal que seja verdadeiro. “Que seja de química, de paixão, do que for, mas tem que ser real, e a pessoa tem que entender que depois o contatinho não vai embora pra casa dele, vai ficar ali presente! Pode ser uma coisa que atrapalha, então tem que ser bem real mesmo”.

Paula e João Luiz Pedrosa tem pelo menos uma coisa em comum: escaparam do primeiro Paredão de suas edições. Os dois contaram quais foram as táticas usadas para sobreviverem à primeira semana do programa.

João Luiz confessou duas estratégias. A primeira foi na hora de escolher o quarto. “Falei assim: ‘vou dormir onde as pessoas mais diferentes de mim estão’. Acabou que eu me safei”. Outra situação que aconteceu com o professor foi que ele atendeu ao primeiro Big Fone e teve que indicar três pessoas direto ao Paredão, mas elas foram saindo uma a uma, e isso se deve muito a sua estratégia.

Paula, que tinha a experiência de ter morado numa república com 16 meninas, confessou que sua estratégia inicial era conversar com todo mundo. “Eu falei: ‘tenho que conquistar a galera, fazer bastante amizade com o máximo de pessoas possíveis’. Na primeira semana, a ideia era rodar mesmo pela galera. ‘Tá fazendo boa praça com todo mundo?’. Tô!”.

E o que João Luiz não recomenda de jeito nenhum? “Tentar ser um pouco o síndico da casa. Isso irrita um pouco. Isso de ‘gente, vamos organizar?’, eu não faria. Cobrar pessoas adultas é fogo”.

Quer participar do BBB Tá On respondendo essa mesma perguntinha? É só correr pro Whatsapp do Globoplay! Basta clicar aqui e enviar a mensagem que vai aparecer na tela do seu celular. Depois, é só seguir as instruções e enviar um áudio de até 30 segundos respondendo a pergunta. As melhores respostas estarão no episódio da próxima quarta-feira!

G1

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você