Teresina, 25 de fevereiro de 2024
Logotipo do grupo DO POVO de Comunicação
BroadCast DO POVO. Serviço de notícias para veículos de comunicação com disponibilzação de conteúdo.
Pesquisar
Close this search box.
PUBLICIDADE

Desentendimento na bancada federal do Piauí por distribuição de cargos, revela GP1

Membros da Bancada Federal do Piauí se reúnem para discutir alteração de regras na distribuição de cargos do Governo Federal no estado. Segundo o Senador Marcelo Castro (MDB) as regras devem seguir o critério de maioria de votos dos eleitos. Reunião será realizada ainda esta semana.
Senador Marcelo Castro
Foto: Pedro França/Agência Senado

Um desentendimento entre membros da bancada federal do Piauí foi relevada pelo portal GP1 esta semana. De acordo com a reportagem, deputado e senadores querem alterar as regras para a indicação e distribuição de cargos do governo federal no estado.

Pela regra ainda vigente, os senadores piauienses escolhem primeiro, depois, os deputados federais seguindo o critério da votação obtida na eleição – aqueles que tiveram mais votos escolhem primeiro.

Vários órgão são disputados pela bancada. Codevasf, Dnocs, Dnit, Incra e Conab são os principais, além de cargos no Ministério da Saúde e outros órgãos e institutos.

Um dos parlamentares contrários a uma mudança nas regras é o senador Marcelo Castro (MDB). Segundo ele afirmou ao GP1, o critério de votação obtida pelo parlamentar é o mais justo e deve ser levado em consideração o esforço de cada senador e parlamentar federal para ampliar a quantidade de votos em cada pleito.

Marcelo Castro tem ao lado o filho, Castro Neto, que foi eleito deputado federal em 2022. Pelas contas do senador, ele seria o terceiro mais votado dentre os dez eleitos naquele ano.

“O critério usado no Piauí é o da maioria dos estados do Brasil, onde os senadores da base do Governo Federal escolhem primeiro. Os deputados federais que são do campo político do presidente, escolhem na ordem da votação que tiveram. Então o mérito de lutar para ter mais voto não conta? Acho que na eleição temos vários critérios para avaliar, mas o mais justo é o número de votos. Se seguirmos essa sequência o primeiro será o Júlio Cesar, segundo o Francisco Costa, o terceiro será o Castro Neto e assim sucessivamente”

Marcelo Castro, ao GP1

De acordo com a reportagem publicada pelo GP1, o senador Marcelo Castro (MDB) anunciou que esta semana será realizada uma reunião com toda a bancada federal do Piauí, para buscar uma solução para o impasse quanto à distribuição dos cargos federais no estado e para finalmente distribuir os cargos entre os aliados do governo Lula no Piauí. “Dessa semana não passa, vamos sentar e resolver essa questão de vez”, disse Marcelo

PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA TAMBÉM
ÚLTIMAS
PUBLICIDADE
CONTEÚDO RELACIONADO
PUBLICIDADE
VEJA +

Notícias

Institucional

Para você

Notícias

Institucional

Para você