Conecte-se conosco

Política

Seduc e Sesapi debatem sobre vacinação para profissionais da educação

Publicado

em

Seduc e Sesapi debatem sobre vacinação para profissionais da educação

A vacinação contra o coronavírus para os profissionais de educação, tanto das escolas públicas como privadas, foi pauta de uma reunião entre os secretários de Estado da Educação, Ellen Gera, e da Saúde, Florentino Neto, nesta terça-feira (4).

Para Ellen Gera, garantir segurança epidemiológica dentro das escolas é algo fundamental. “O Governo do Estado já colocou a Educação como serviço essencial e os profissionais estão no grupo prioritário para receber a vacinação. Com a imunização dos professores e demais profissionais da educação, teremos mais tranquilidade e segurança para voltar ao chão da escola”, destacou o gestor.

Ellen Gera explicou que Educação e Saúde estão trabalhando juntas para detalhar por faixa etária o público educacional a ser imunizado.  “Estamos falando de um grupo grande de profissionais, tanto da rede pública estadual e municipal, como da rede privada. Não só professores que estão em sala de aula, mas também trabalhadores dos setores administrativos e, para que ninguém fique de fora, precisamos ter um levantamento preciso desse público. Tudo isso está sendo articulado com as secretarias municipais de educação, escolas federais e representantes das escolas particulares”, frisou o secretário.

O secretário de Saúde, Florentino Neto, ressaltou que as campanhas têm como referência o Programa Nacional de Imunização e a vacinação dos professores e o avanço desse processo dependerá da quantidade de doses que o Estado receberá nas próximas semanas. “Precisamos nos preparar. Ter um levantamento da quantidade de professores que estão em sala de aula por faixa etária. Isso é fundamental para garantir a esses profissionais as duas doses da vacina”, afirmou.

Florentindo Neto lembrou que alguns professores já foram imunizados porque estão no grupo prioritário da 1ª fase de vacinação. “Mesmo em número reduzido, sabemos que alguns profissionais da educação que estão na ativa já foram vacinados. Eles fazem parte do grupo que tem entre 60 e 64 anos. Um outro grupo de professores que possuem comorbidades também deve ser imunizado agora. Então, vamos trabalhar para iniciar a vacinação dos que ainda não estão nesse grupo. Com esse levantamento em mãos, iremos levar a proposta de vacinação para Comissão Intergestores Bipartites e trabalhar junto com as secretarias municipais para dar seguimento à imunização desse grupo”, finalizou.

The post Seduc e Sesapi debatem sobre vacinação para profissionais da educação appeared first on Governo do Piauí.

=
Com Informação do Governo do Piauí

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Fábio Wajngarten: o homem que pode eximir Bolsonaro ou condená-lo na CPI

Publicado

em

Por

Fábio Wajngarten depõe na CPI da Covid nesta quarta-feira(11)
Fábio Wajngarten | Foto Marcelo Camargo/Ag. Brasil
Sobre os ombros do ex-secretário de Comunicação da Presidência da República, advogado Fábio Wajngarten, pesa a responsabilidade de mudar os rumos da CPI da Covid no Senado Federal. Na primeira semana dos trabalhos da comissão, o governo Bolsonaro saiu derrotado em praticamente todos os depoimentos. Marcado para esta quarta-feira(12), o testemunho de Fábio Wajngarten pode […]
Continue lendo

Política

Wellington Dias trata sobre imunização em massa com Anvisa, governadores e senadores

Publicado

em

Por

Wellington Dias trata sobre imunização em massa com Anvisa, governadores e senadores
Reunião com Anvisa, governadores e senadores. Foto: Jorge Bastos

O presidente do Consórcio Nordeste e governador do Piauí, Wellington Dias, reuniu-se, virtualmente, nesta segunda-feira (10), com representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Comissão Temporária da Covid-19 e com governadores. Em pauta, as dificuldades enfrentadas pelos estados, o estágio da pandemia, o progresso do cronograma de vacinação e a compra de vacinas de maneira descentralizada por estados e municípios.

Wellington Dias pretende buscar junto ao Governo Federal a celeridade na imunização da população e manter o fomento da economia nacional. “Agradeço a abertura do diálogo com a Anvisa e faço um apelo para que possamos alcançar cerca de 100 milhões de doses de vacina para que o Brasil tenha condições de imunização em massa, pelo menos, até agosto deste ano, como vai ocorrer com os países mais desenvolvidos. Queremos garantir variadas vacinas e produção de IFA pelo Butantan, União Química e Fiocruz. Precisamos evitar uma terceira onda da Covid-19”, afirmou o governador.

Na reunião, alguns pontos destacados foram: a situação atual dos leitos de UTI e oxigênio medicinal; programa de testagem da população nos estados e municípios; compra e fabricação de vacinas; retorno das aulas presenciais; isolamento social e medidas restritivas.

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular