Conecte-se conosco

Política

Wellington Dias entrega carta para presidente Joe Biden

Governador do Piauí vai a embaixada americana para entregar carta ao presidente Joe Biden. Documento vou entregue ao embaixador Todd C. Champman.

Publicado

em

Todd C. Champman

O presidente do Consórcio Nordeste e do Fórum de Governadores do Brasil, governador do Piauí, Wellington Dias, entregou nesta terça-feira (20) a Carta Nacional e a Carta Nordeste ao embaixador americano no Brasil, Todd C. Chapman. O documento traz o compromisso de 24 dos 27 estados brasileiros com o meio ambiente. 

“Compreendo que temos chance do diálogo chegar a todos os estados”,

Wellington dias

A carta mostra o compromisso assumido pelo Brasil em cumprir as leis aprovadas no Congresso Nacional, celebrando o Acordo de Paris, o Código Floresta, a Constituição Federal e também o comprometimento com a redução de CO2 e com a redução do efeito estufa.

Segundo Wellington, o embaixador americano afirmou que faria chegar a Carta Nacional e a Carta Nordeste ao presidente Joe Biden ainda na terça-feira. “Ele também assumiu o compromisso de ele mesmo fazer a mediação junto ao Governo Americano e também com outros países com os quais vamos tratar de parcerias como entes subnacionais – que são os estados brasileiros – na perspectiva de trabalharmos tanto a parte efetiva no cumprimento das regras ambientais como também na parte social”, explicou o governador Wellington Dias.

Encontro com Embaixador

No encontro com Todd C. Champman, o governador Wellington Dias apresentou o plano de que é possível conviver com a manutenção da floresta, especialmente a nativa, com a geração de renda, colocando a floresta como ativo, patrimônio importante e um bem a serviço da humanidade. “Através da compensação pela emissão de CO2, os países mais emissores teriam compromisso com essas populações”, explica Dias, enfatizando que os EUA tem papel primordial nesta pauta do clima.

A posição dos EUA e dos países que estão nesse diálogo com vistas à Conferência sobre o clima (COP 26) é de que o Brasil é uma potencial mundial na área ambiental e a Carta dos estados ganha será tratado como documento importante para tomada de decisões.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Déficit atuarial na Previdência da Prefeitura de Teresina passa de R$ 4 bilhões, diz presidente do IPMT

Publicado

em

IPMT apresenta déficit financeira e atuarial

Teresina – O presidente do Instituto de Previdência Municipal de Teresina, Kennedy Glauber, informou nesta quinta-feira (3) que a déficit atuarial do IPMT é de R$ 4,5 bilhões. Kennedy não informou a partir de quando esse déficit afetaria os pagamentos de aposentadorias e pensões de servidores.

Kennedy Glauber, presidente do IPMT, informou existir déficit aturial na ordem de R$ 4,5 bilhões.
Kennedy Glauber: “temos uma dificuldade muito grande nesse início de gestão”

Segundo o gestor, o Instituto possui também uma dívida financeira de R$ 152 milhões, o que indica que o IPMT já não consegue arcar com o pagamento das obrigações previdenciárias.

“O IPMT hoje tem uma dívida financeira de 152 milhões de reais é deixada pela gestão anterior, então nós temos feito as tratativas necessárias para que a gente possa estar vendo a melhor forma de estar recuperando esse recurso. Nós temos hoje no IPMT um déficit atuarial de 4,5 bilhões de reais recebemos na semana passada o relatório do atuário e temos realmente uma dificuldade muito grande nesse início de gestão.”

Kennedy Glauber, presidente do ipmt

O déficit atuarial é a projeção de que vai faltar dinheiro para pagar aposentadorias e pensões dos servidores municipais no futuro. Segundo a legislação, as avaliações atuariais anuais devem ser realizadas até 31 de dezembro de cada exercício.

Veja também

Continue lendo

Nacional

Fábio Wajngarten: o homem que pode eximir Bolsonaro ou condená-lo na CPI

Publicado

em

Por

Fábio Wajngarten depõe na CPI da Covid nesta quarta-feira(11)
Fábio Wajngarten | Foto Marcelo Camargo/Ag. Brasil
Sobre os ombros do ex-secretário de Comunicação da Presidência da República, advogado Fábio Wajngarten, pesa a responsabilidade de mudar os rumos da CPI da Covid no Senado Federal. Na primeira semana dos trabalhos da comissão, o governo Bolsonaro saiu derrotado em praticamente todos os depoimentos. Marcado para esta quarta-feira(12), o testemunho de Fábio Wajngarten pode […]
Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular