Conecte-se conosco

Esporte

Flamengo é campeão da Taça Guanabara

O Flamengo começou a primeira etapa partindo pra cima do Volta Redonda e pressionando a saída de bola. O time rubro-negro ficava muito mais tempo com a posse de bola e trocava passes em seu campo de ataque para encontrar um espaço na defesa adversária.

Publicado

em

O sábado (24) à noite no Maracanã terminou com mais um título para o Flamengo, a 23ª Taça Guanabara da história do clube. Os Rubro-Negros ganharam do Volta Redonda por 2 a 1 e chegaram a 23 pontos.

O sábado (24) à noite no Maracanã terminou com mais um título para o Flamengo, a 23ª Taça Guanabara da história do clube. Os Rubro-Negros ganharam do Volta Redonda por 2 a 1 e chegaram a 23 pontos. O Tricolor da Cidade do Aço, que até então liderava o campeonato com 21, também foi ultrapassado pela Portuguesa (22), que derrotou por 4 a 2 o Boavista. Caso o Fluminense vença o Madureira neste domingo (25), o Voltaço pode voltar a enfrentar o Fla nas semifinais da competição.  

Pensando na partida da próxima terça-feira (27) pela Libertadores da América,  o técnico Rogério Ceni escalou um time misto de reservas e titulares. Mesmo assim, a equipe veio ofensiva com Pedro e Gabriel juntos no ataque, mas quem marcou foi Michael. Aos 45, o atacante recebeu passe do zagueiro Gustavo Henrique e assinalou o primeiro gol dele na temporada. A reação veio imediata ainda nos acréscimos do primeiro tempo, aos 49, com Bruno Barra. O volante aproveitou  a sobra após cobrança de escanteio e deixou tudo igual no placar.

Na etapa final, coube a Vitinho colocar o Rubro-Negro novamente na frente. Aos 17, o meia recebeu a bola da entrada área e com um bonito chute venceu o goleiro Andrey. Até então mais fechado, o time do treinador Neto Colluci lançou-se ao ataque no final, porém, não conseguiu mudar o rumo da Taça Guanabara que segue para a Gávea. O título também garante a vantagem do empate e do mando de campo nas semifinais do Estadual do Rio.

Enquanto aguarda definição do adversário da semifinal do Campeonato Carioca, que vai depender do resultado entre Fluminense e Madureira, o Flamengo recebe o chileno Unión La Calera pela segunda rodada da Libertadores, às 19h15.

O jogo

O Flamengo começou a primeira etapa partindo pra cima do Volta Redonda e pressionando a saída de bola. O time rubro-negro ficava muito mais tempo com a posse de bola e trocava passes em seu campo de ataque para encontrar um espaço na defesa adversária. Aos 17’, Vitinho cobrou falta direto para o gol e a bola passou por cima do travessão.

O jogo se desenvolvia todo pelo lado esquerdo de ataque com Michael aberto pela ponta, mas o Volta Redonda se fechava bem. Aos 37’, Gabi recebeu na entrada da área, ajeitou e bateu forte por cima da meta. Na sequência, o camisa 9 dominou dentro da área e girou chutando no canto esquerdo do goleiro. A bola saiu rente à trave.

No finalzinho do primeiro tempo, o Mengão saiu na frente! Gustavo Henrique deu passe açucarado para Michael na área, o atacante dominou e finalizou na saída do goleiro: 1 a 0. Logo em seguida, o Volta Redonda conseguiu empatar nos acréscimos com Bruno Barra: 1 a 1.

O Mais Querido voltou para a segunda etapa pressionando o adversário. Aos oito minutos, Gabigol recebeu belo passe de Vitinho e chutou forte para boa defesa de Andrey. Aos 16’, o Mengão fez o segundo! Matheuzinho rolou para Vitinho na entrada da área e o atacante acertou um belo chute no canto do goleiro: 2 a 1.

O técnico Rogério Ceni mexeu na equipe e colocou Bruno Henrique, Diego e Arrascaeta, deixando o time com mais qualidade técnica. Nos minutos finais, o Mais Querido soube administrar o resultado e saiu de campo com a vitória, que lhe garantiu o 23º título da Taça Guanabara.

Próximo compromisso
O Flamengo volta a campo na próxima terça-feira (27) para enfrentar o Unión La Calera, às 19h, no Maracanã, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores.

Escalação do Flamengo
Diego Alves; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Bruno Viana e Renê; Willian Arão, Gerson (Diego), Vitinho (Arrascaeta) e Michael (Everton Ribeiro); Pedro (Rodrigo Muniz) e Gabi (Bruno Henrique).

Técnico: Rogério Ceni

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Grêmio vence o São Paulo em casa por 3 x 0 pelo Brasileirão

Jogo aconteceu na Arena do Grêmio nesta quinta-feira (2). O time venceu o São Paulo, marcou 3 gols, mas segue na zona do rabaixamento do campeonato.

Publicado

em

Gremio vence o São Paulo e marca 39 pontos, mas segue no rabaixamento
Grêmio vence o São Paulo por 3 a 0 | Foto: Lucas Uebel

Na reta final do Campeonato Brasileiro, o Grêmio tem uma vitória sobre o São Paulo num placar de 3 x 0 na Arena do Grêmio. A disputa teve direito a um golaço com bola lançada no meio do campo.

No finalizinho do jogo, Jhonata Robert viu o goleiro do São Paulo adiantado e não perdeu a oportunidade. Mas a vitória não garantiu ao Grêmio a saída da zona de rebaixamento. O time tem 39 pontos e está na 18a colocação na tabela do Campeonato Brasileiro.

O São Paulo tem 45 pontos.

Continue lendo

Esporte

Duelo de oito gols termina em empate de Lazio x Udinese

Lazio e Unidese marcaram quatro gols cada, num jogo espetacular e eletrizando com três cartões vermelhos

Publicado

em

Lazio empata com Udinese em jogo marcado por muita chuva, inclusive de gols (4x4)
Lazio x Udinese | foto: Foto: Twitter @OfficialSSLazio

Um jogo espetacular. Oito gols marcados. Quatro de um lado, quatro de outro. Foi assim, em empate, que Lazio e Udinese terminaram a disputa pela série A da Liga Italiana na noite desta quinta-feira (2), na 15ª rodada da liga.

O jogo, marcada por uma chuva de oito gols e terminou com um placar de 4 x 4 no Estádio Olímpico de Roma. Nesta partida também houve três cartões vermelhos do árbitro Marco Piccinini, um dos jogadores da Lazio e dois da Udinese, demonstrando o quão acirrada foi a disputa entre os times italianos.

A Udinese chegou à vantagem com um cabeceamento de Beto, antes de Lazio aumentar a vantagem aos 32 minutos.

“Gol de Arslan em uma cobrança de falta que não existia”

Maurizio Sarri, treinador do lazio

Dois minutos depois, Ciro Immobile teve uma chance para a Lazio fc, mas a Udinese restaurou a vantagem de dois gols quando Nahuel Molina finalizou um passe de Gerard Deulofeu pouco antes do intervalo.

Em vez de aproveitar a vantagem em número de jogadores, a Udinese ainda teve que jogar com dez homens desde os 69 minutos porque Molina viu o segundo cartão amarelo.

O Lazio abriu então a vantagem com um cabeceamento de Francesco Acerbi na cobrança de falta de Toma Basic aos 79 minutos, que foi revisto pelo VAR antes de fazer o 4-3.

A vitória que estava à vista foi simplesmente estilhaçada aos nove minutos dos acréscimos, quando Tolgay Arslan completou o passe de Fernando Forestieri para fechar o jogo com o placar em 4-4.

Poucos segundos antes de soar o apito para marcar o final do jogo, Piccinini emitiu seu terceiro cartão vermelho para o meio-campista Udinese Walace.

O resultado obrigou a Lazio a ficar na nona posição da classificação, com 22 pontos, após ser ultrapassada pelo Bologna (24), que venceu há dois dias, enquanto a Udinese (16) ficou na 14ª colocação, segundo o site oficial da Liga Italiana.

Confira os melhores momentos de Lazio x Udinese

Melhores momentos de lazio x Udinese

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular