Conecte-se conosco

Cultura

Livraria da UFPI passa a vender livros em drive-thru

Obras da Editora da Universidade (EDUFPI) podem ser adquiridas pelo whatsapp e retiradas no local

Publicado

em

Livraria da UFPI

A Livraria da Universidade Federal do Piauí, localizada no Espaço Rosa dos Ventos, do Campus de Teresina, passa a oferecer o serviço de drive-thru para venda de obras da Editora da Universidade (Edufpi). O serviço começou a funcionar esta semana. Outra novidade é a venda de kits promocionais de obras da UFPI.

A ideia é tornar ainda mais cômoda a aquisição de obras editadas na Universidade para quem deseja a praticidade de apenas estacionar na frente da Livraria e pagar a compra sem descer do veículo. A medida também reforça os cuidados da Livraria para manter um número reduzido de pessoas no interior do estabelecimento.

Para usar o novo serviço, basta agendar pelo WhatsApp (3215-5689) o horário desejado para ir à Livraria, e fazer a retirada e o pagamento dos livros. O horário de atendimento é das 8 às 12h e das 14 às 17h, de segunda a sexta-feiras. São aceitas formas de pagamento: dinheiro e cartões ( todas as bandeiras, exceto Credishop).

Mas atenção! A Livraria da UFPI continuará recebendo o público que deseja visitar o local, ver as obras e escolher com calma seus livros preferidos. O atendimento de clientes segue por agendamento pelo mesmo número de WhatsApp e nos horários já informados.

Livraria anuncia vendas de kits promocionais

Outra novidade é que a Livraria da UFPI passa a disponibilizar ao público a venda de kits promocionais de obras editadas pela EDUFPI. Na aquisição de obras em conjunto, os descontos podem chegar a 20%.

O primeiro kit anunciado é composto pela obra recém-lançada “Da serra da Ibiapaba ao campus da Ininga”, livro histórico de autoria do jornalista Luiz Bello; “Economia e desenvolvimento do Piauí”, de Felipe Mendes; e “Economia piauiense: Planejamento e perspectivas” de Francisco Assis Veloso.  

Cleber de Deus - UFPI
Prof. Cléber de Deus

“O objetivo principal do projeto (de venda de kits) é aumentar o acesso à produção científica ufpiana à sociedade em geral, para que o leitor tenha mais facilidade de conhecer o que se produz na academia”, disse o Diretor da Edufpi e da Livraria, Prof. Cléber de Deus, ao explicar que a ideia é manter lançamentos de kits cada 15 dias, para abarcar as mais diversas áreas do saber acadêmico produzidas pela Editora e chegar ao mais variado perfil de leitores.

O livro “Da Serra da Ibiapaba ao Campus da Ininga” foi escrito ainda nos anos 80 e resgata quase 4 séculos de pedagogia no estado do Piauí. A obra tem 457 páginas, divididas em duas partes, como se fossem dois livros autônomos. A primeira mostra a evolução da educação antes da chegada do ensino superior. A segunda parte trata do ensino universitário e do processo que leva ao surgimento da Universidade, até sua primeira década.

O trabalho é assinado por Luiz Bello, jornalista carioca que se apaixonou pelo Piauí e aqui viveu até seus últimos dias, em 2005. No Piauí, ele se destacou como um profissional inovador. Foi ainda assessor de imprensa no setor público e na área corporativa. Mas Bello teve especial destaque como represente de classe, chegando a presidir o Sindicato dos Jornalistas. Para completar, escreveu este “Da Serra da Ibiapaba ao Campus da Ininga”, livro que se converte em um importante documento de uma parte destacada da história do Piauí.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Morre o ator Paulo Gustavo

Publicado

em

Ator Paulo Gustavo morre de covid-19

Faleceu nesta terça-feira(4), no Rio de Janeiro, o ator Paulo Gustavo, aos 42 anos, vítima da covid-19. Internado desde o dia. O ator estava internado desde o dia 13 de março.

Seu estado de saúde agravou e sofreu intubração no dia 21. Quatro dias depois ele apresentou melhoras e foi extubado. No início de abril a equipe médica do hospital estava otimista quanto à sua recuperação. No dia 03 do abril, Paulo Gustavo passou a respeirar com ajuda de um pulmão artificial.

No dia 11 de abril, um boletim médico informou que o quadro havia piorado e evoluído para complicações pulmonares e hemorrágicas. O quadro clínico do meu amor está difícil, mas para ele nada é impossível, e nem pra ele, nosso Deus, e essa dupla poderosa vai trazer ele de volta pra casa”, escreveu Thales nas redes sociais.

No dia 3 de maio, um novo boletim médico foi divulgado: Paulo apresentava uma embolia pulmonar gasosa, que bloqueou vasos sanguíneos com bolhas de ar. A embolia atingiu até o sistema nervoso.

“Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”,

Equipe médica, 04 de maio de 2021

Comunicado oficial da morte do ator

Carreira

Paulo Gustavo nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro, e iniciou a carreira em 2006, quando foi indicado ao prêmio Shell no ano de estreia de Minha Mãe é uma Peça, comédia que montou para o teatro e que o consagrou nacionalmente quando foi adaptada para o cinema. 

Na personagem Dona Hermínia, Paulo Gustavo homenageou sua própria mãe, Dea Lúcia, em uma interpretação que conquistou a identificação do público e garantiu a continuação, Minha Mãe é uma Peça 2, que também foi sucesso de bilheteria.

Em 15 anos de carreira, Paulo Gustavo fez cinco peças de destaque para o teatro e também atuou na TV, com cinco programas no canal Multishow: 220 Volts – A Série, Vai Que Cola, Paulo Gustavo na Estrada, A Vila e Além da Ilha.

Paulo Gustavo casou-se em 2015 com Thales Bretas, com quem tem dois filhos: Romeu e Gael, de um ano e oito meses.

Continue lendo

Cultura

Tatá Werneck desmente morte do ator Paulo Gustavo

Publicado

em

Por

Tatá Weneck desmente morte do ator Paulo Gustavo. Atriz afirmou que "Enquanto houver vida, há esperança" Paulo Gustavo está vivo, disse no twitter
Divulgação / Arquivo Pessoal

A atriz Tatá Werneck desmentiu a informação de o que ator Paulo Gustavo havia falecido nesta terça-feira(4). “A situação dele é grave. Mas mesmo assim é mto(sic) cruel darem uma notícia . Tirarem as chances e as esperanças. Paulo está vivo. Permanece lutando. Sabemos da dificuldade e da gravidade. Mas por favor não deem notícias para ganhar likes.”, disse a atriz.

Diante da informação que a família de Paulo Gustavo foi chamada ao hospital onde está internado, a atriz informou que o estado de saúde do ator é grave, “mas ele está vivo”, afirmou.

“Enquanto há vida há esperança! Paulo está vivo!”

Tatá werneck

Paulo Gustavo está internado para tratamento de covid-19 desde o dia 13 de março. Tatá informou que o ator não possui comorbidades. “Não! Paulo não tem comorbidades! Teve asma há 10 anos atrás e nunca mais teve crise.”. A atriz chamou atenção para a gravidade do novo coronavírus: “Parem de negar a gravidade desse vírus!””

“Não! Paulo não tem comorbidades! Teve asma há 10 anos atrás e nunca mais teve crise. Enxerguem a realidade! Parem de negar a gravidade desse vírus!”

Tatá Werneck

Paulo Gustavo é um dos mais queridos atores brasileiros da nova geração. Seu trabalho no teatro, como protagonistas de programas de comédias e no cinema onde estreou o filme Minha Mãe é uma Peça, com roteiros baseados em histórias da sua família, tornou o ator um dos mais reconhecidos humoristas do Brasil.

A situação do Paulo é mto grave. Mas ele está vivo. Parem. Parem de querer ganhar likes em cima dele. Nesse momento ele está vivo. Deixem o Paulo em paz. Deixem meu amigo em paz!

Tatá werneck

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular