Conecte-se conosco

Cidades

Prefeitura de Teresina busca implementar ações integradas de planejamento e urbanismo voltados para 1ª infância

Publicado

em

Prefeitura de Teresina busca implementar ações integradas de planejamento e urbanismo voltados para 1ª infância

Prefeito Dr. Pessoa e o vice-prefeito, Robert Rios, celebram e apoiam iniciativa Fotos: Rômulo Piauilino / SEMCOM

A Prefeitura de Teresina realizou, nesta terça-feira (7), uma reunião para tratar da parceria com a Rede Urban95, da Fundação Bernard Van Leer. O objetivo é concentrar esforços para revisar o Plano Municipal Pela Primeira Infância e implementar ações que unam planejamento e urbanismo nesta perspectiva. Participaram do encontro as pastas municipais e entidades representativas da figura infantil.

Teresina passou a integrar a rede Urban95, ainda neste segundo semestre de 2021, assim como outros dez municípios brasileiros. O município receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

A participação de representantes das secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social, Esporte, Juventude e da Mulher no encontro visa uma integração e um maior compromisso do governo com as pautas em questão. “Teresina está de braços abertos para esta iniciativa. Fomos agraciados com este projeto e com o auxílio da Fundação vamos trabalhar juntos em prol da primeira infância, elaborando políticas públicas que beneficiem a população e nossas crianças”, disse o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa.

“Teresina é uma cidade que tem estado em nossa cartela de interesse e, desde 2020, através da Agenda Teresina 2030, temos tido contato e conseguimos consolidar esta parceria este ano. Nós, da Fundação Bernard Van Leer, buscamos apoiar o município na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais. Estamos felizes em vir a Teresina e ter este contato próximo com os entes envolvidos e que trabalharão conosco nesta perspectiva”, explicou Thais Sanches, coordenadora de programas da Fundação Bernard van Leer.

“É uma parceria muito feliz e pouquíssimas cidades no Brasil integram essa rede e Teresina tem essa grata surpresa. Recebemos esta equipe com muita satisfação e vamos discutir projetos e adequações ao Plano Municipal Pela Primeira Infância para alavancar ações que irão marcar a gestão do prefeito Dr. Pessoa. Esse é o resultado de uma visita que realizamos a dois municípios paulistas que já possuem propostas neste sentido e vamos avançar também na capital”, explica João Henrique Sousa, secretário municipal de Planejamento.

O Departamento Agenda 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), está à frente das missões propostas pela parceira Urban95. O foco dessa união é trabalhar em prol do desenvolvimento urbano que pense também nas crianças que ainda estão na primeira infância e em seus cuidadores. Procurando integrar educação, mobilidade, urbanismo e outras áreas que atendam de forma integrada essa criança que acaba de ser inserida dentro da sociedade.

“Essa ação está sendo encabeçada pela Agenda 2030, e trabalhando de forma integrada com outras secretarias municipais nos esforçamos para que todos os objetivos apontados sejam cumpridos com êxito. Reuniões como esta são importantes para que nosso trabalho esteja sempre alinhado de forma que todas as pautas sejam sendo atendidas em pleno curso”, acrescenta Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão (Seplag).

A Prefeitura está adiantada no que se refere aos estudos para execução de políticas públicas que atendam ao público em questão. Ainda no mês de Outubro, foi realizada uma visita técnica ao município de Jundiaí, no estado de São Paulo, para que a Prefeitura pudesse ter um parâmetro de projetos como o Mundo Da Criança para desenvolver um piloto na capital.

“Utilizando o exemplo de Jundiaí (SP), nós queremos integrar a educação de nossas crianças a uma política de educação ambiental, estamos trabalhando para desenvolver um projeto piloto de escola que atenda essas crianças nessa modelagem, integrando a educação curricular formal e as metodologias lúdicas de ensino podemos ter um maior aproveitamento no desenvolvimento do aprendizado dessas crianças”, conclui Nouga Cardoso, secretário municipal de Educação.

Urban95 no Brasil

A Rede Urban95 Brasil surgiu com o objetivo de promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de 0 a 6 anos nas cidades brasileiras. O projeto apoia os municípios na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais.

Integram a rede Urban95 Brasil 24 municípios. Em fase avançada de mobilização há: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Brasiléia (AC), Campinas (SP), Caruaru (PE), Crato (CE), Fortaleza (CE), Ilhéus (BA), Jundiaí (SP), Niterói (RJ), Pelotas (RS), Recife (PE) e São Paulo (SP). E em fase de integração há: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI) e Uruçuca (BA).

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Previsão do tempo: INMET emite alerta de chuvas intensas no Piauí

INMET emite alerta amarelo e laranja para chuvas intensas no Piauí e na capital Teresina.

Publicado

em

Alerta de chuvas intensas no PIauí

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu alertas amarelo e laranja para chuvas intensas no Piauí. De acordo com as informações do órgão, a capital Teresina está sob alerta amarelo (perigo potencial), mas parte do território piauiense está sob alerta laranja (perigo).

As áreas do estado que estão sobre alerta laranja estão concentradas no sul do Piauí, conforme é possível ver no mapa. De Baixa Grande do Ribeiro até Sebastião Barros, todos os municípios piauienses estão afetados pelas chuvas intensas.

De Teresina a Dom Inocêncio, muito outros municípios estão sob alerta amarelo.

O INMET aconselha que em caso de rajadas de vento as pessoas não se abriguem debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas. Não se deve estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

É aconselhado que se evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada na hora das chuvas.

Continue lendo

Cidades

SEMDUH esclarece sobre o uso correto das lixeiras próprias para material reciclável

Publicado

em

Por

SEMDUH esclarece sobre o uso correto das lixeiras próprias para material reciclável

Lixo jogado de foma irregular nos depósitos de coleta seletiva no bairro Saci Fotos(Ascom/Semduh)

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) esclarece à população de Teresina que as lixeiras de Coleta Seletiva são exclusivas para receber material reciclável. Recentemente, foi registrado na praça da Igreja Sagrado Coração de Jesus, na avenida Dr. Luís Pires Chaves, a principal do bairro Saci, zona Sul de Teresina, o descarte de lixo comum nessas lixeiras, o que é considerado irregular.

Esse tipo de conduta gera inúmeros prejuízos para todos como mau cheiro e proliferação de insetos transmissores de doenças. Além disso, a população que transita pelo local reclama da sujeira e do incômodo, especialmente para quem frequenta a praça como forma de lazer e local para praticar atividade física.

A SEMDUH reforça que o descarte irregular de lixo gera multa que vai de R$ 369 a R$ 3.690. “Nós temos a fiscalização do Programa Lixo Zero, que é diária, e também recebemos dezenas de mensagens de populares com imagens que flagram pessoas jogando lixo em local proibido. Não admitimos esse tipo de comportamento, por isso, estamos aplicando multas em quem é identificado nessas imagens. A população precisa fazer sua parte, não tem como a Prefeitura manter a cidade limpa se os próprios habitantes insistem em jogar lixo nas ruas”, alerta o secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira.

O gestor acrescenta que o descarte correto do lixo é o seguinte:

– Lixo doméstico: deve ser acondicionado em sacos plásticos e bem amarrados. Estes sacos devem ser colocados na porta das residências, dia sim e dia não, de acordo com a programação de coleta domiciliar de cada bairro.

– Material de construção, móveis usados e podas de árvore: devem ser descartados nos Pontos de Recolhimento de Resíduo (PRR).

– Material reciclável: deve ser descartado nos Postos de Entrega Voluntária (PEVs). Ao todo, são 21 postos espalhados por todas as zonas da cidade.

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular