Conecte-se conosco

Cidades

Em 11 meses, Semcaspi ultrapassa marca de 100 mil refeições no Restaurante Popular de Teresina

Publicado

em

Em 11 meses, Semcaspi ultrapassa marca de 100 mil refeições no Restaurante Popular de Teresina

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) contabilizou, de janeiro até novembro de 2021, 100.234 mil refeições fornecidas pelo Restaurante Popular de Teresina ao público em geral. Os dados apontam que vem ampliando o número de fornecimento, em outubro foram 23.212 refeições e em novembro 21.317.

Só para a população em situação de rua, que almoçou de forma gratuita, foram 8.555 refeições, sendo 8.114 encaminhados do Centro Pop e 441 da Casa do Caminho.

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, estes números são resultados de muito trabalho no Restaurante Popular, que tem apresentado qualidade nas refeições diárias, com baixo custo.

“Ao assumir o comando do Restaurante Popular de Teresina, a Semcaspi, enquanto Prefeitura, firmou o compromisso de baratear o valor desta refeição, e melhorar ainda mais a qualidade dos alimentos. Um cardápio balanceado, com pratos regionais e nutritivos, foram estas as metas que o prefeito Dr. Pessoa, sensível ao público que necessita desta refeição, nos deu esta missão e estamos cumprindo. O próximo passo é ampliar o número de refeições diárias”, ressaltou.

Para Eduardo Aguiar, secretário executivo de Políticas Integradas da Semcaspi, além da atenção na refeição, o atendimento de qualidade aos públicos também faz parte das metas de atuação.

“Estamos sempre dispostos a reavaliar o trabalho que está sendo prestado. Prezamos muito pela qualidade em todos os aspectos, desde a produção da refeição ao atendimento destes públicos. Temos tido bons resultados. A procura tem aumentado bastante, ainda mais, diante deste período pandêmico e de crise econômica, em que muitas pessoas se deslocam de seus bairros para se alimentarem no Restaurante Popular de Teresina”, pontuou.

USUÁRIOS APROVAM

Uma das usuárias é a idosa, que se identificou como Laudeci, moradora do Residencial Parque Brasil IV. Ela conta que sempre que vem à região central não perde a oportunidade de almoçar no Restaurante Popular de Teresina. “A comida é ótima, bem feita, bem cuidada. É maravilhosa! Todos os meses estou aqui. Uma a duas vezes no mês venho aqui e saio satisfeita”, comentou.

Outra usuária do Restaurante Popular de Teresina é Francineide, moradora do Bairro Santa Lia, zona Leste. Ela conta que todos os meses almoça na unidade. “Eu gosto muito da comida que eles vendem aqui. Maravilha. Sempre venho almoçar aqui”, disse.

UMA FICHA POR PESSOA

Ítalo Vieira, coordenador do Restaurante Popular de Teresina, explica a sistemática de compra de fichas, o que tem evitado a venda de fichas de forma clandestinas pelos usuários. O preço da ficha da refeição custa R$2.00.

“A respeito da logística de entrada das pessoas funciona da seguinte forma, as nossas portas são abertas a partir das 11h e fecham às 14h, onde a pessoa adquire uma ficha por pessoa e ao adentrar no Restaurante Popular, entrega a ficha ao setor do balcão, onde é conferida. Neste balcão, a pessoa recebe a bandeja e é servida pelos funcionários”, explicou.

Foto: Divulgação (Semcaspi)

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Câmbio

Propaganda

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Propaganda

Popular