Conecte-se conosco

Cidades

Mulheres em situação de violência de gênero podem procurar serviços da SMPM

Publicado

em

Mulheres em situação de violência de gênero podem procurar serviços da SMPM

A Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) está realizando entre os dias 20 de novembro a 10 de dezembro a campanha dos 21 Dias de Ativismo – Pelo Fim das Violências Contra as Mulheres. Acontecendo internacionalmente desde 2003, os dias serão temáticos, para poder contemplar o enfrentamento às mais diversas formas de violência cometidas contra as mulheres.

Saiba mais: Secretaria da Mulher vai dar início aos 21 Dias de Ativismo pelo Fim das Violências contra as Mulheres AQUI

Neste domingo (21), a SMPM destaca os serviços oferecidos às mulheres em situação de violência de gênero – tema do 2° dia conforme o calendário temático da Campanha. A técnica da SMPM, Gabriela Rodrigues, explica que gênero se refere aos atributos particulares da feminilidade e masculinidade. Nesse sentido, entende-se que o gênero é uma construção social que não decorre de aspectos naturais.

“Em outras palavras, as características sociais entre homens e mulheres, que definem os seus papéis e responsabilidades dentro de uma sociedade, não são estabelecidas pelo sexo – como determinação biológica – mas influenciadas pela cultura”, explica Gabriela. “Ou seja, gênero é um elemento subjetivo que se refere a ser menino ou menina, homem ou mulher em uma determinada sociedade”, finaliza.

Dessa forma, a violência de gênero pode ser definida como qualquer tipo de agressão física, psicológica, sexual ou simbólica contra alguém em situação de vulnerabilidade devido a sua identidade de gênero ou orientação sexual. Os dados são alarmantes, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) uma em cada três mulheres em todo o mundo já foram vítimas de alguma violência de gênero durante a sua vida.

A Secretária da Mulher, Karla Berger, destaca que a Prefeitura de Teresina através da SMPM possui serviços específicos para atender mulheres que possam estar em situação de violência de gênero na capital: Centro de Referência da Mulher em Situação de Violência – Esperança Garcia (Creg)

“Atende mulheres em situação de violência doméstica, familiar e de gênero, residentes em Teresina, com idade de 18 a 59 anos, oferecendo assistência jurídica, social e psicológica”, destaca Karla. “As mulheres podem ser encaminhadas pela rede de enfrentamento a violência contra a mulher ou acessar diretamente o serviço”, complementa a secretária.

Onde encontrar o serviço?
R. Benjamin Constant, 2170 – Centro Norte
Segunda à Sexta, das 08:00 às 17:00
(86) 3233-3798 / 99416-9451

Além desse serviço, a Secretária da Mulher dispõe do Serviço de Atendimento Integral às Mulheres e suas Crianças: Florescer. Karla frisa que em Teresina possuem três unidades, localizadas na Zona Norte, Sudeste e Zona Rural de Teresina.

Nos espaços, mulheres em situação de vulnerabilidade social, residentes em Teresina, que tenham crianças na faixa etária de 1 ano a 2 anos e onze meses, possuem acesso à qualificação profissional, do acesso à informação e a serviços de saúde e justiça, além de acolher e realizar atividades de desenvolvimento psicossocial com suas crianças.

“No início de 2022, uma nova unidade será instalada na Zona Sul de Teresina”, destaca Karla. “A sede será inaugurada no bairro Promorar”, finaliza.

Saiba mais sobre o Serviço Florescer: Serviço Florescer é símbolo de acolhimento às mulheres e suas crianças em Teresina AQUI

Campanha dos 21 Dias de Ativismo – Pelo Fim das Violências contra as Mulheres

As ações fazem parte de uma importante mobilização pelo combate a todas as violências cometidas contra mulheres – seja ela física, psicológica, patrimonial, matrimonial ou no meio virtual. De acordo com a Secretária da SMPM, Karla Berger, as ações são um momento de engajamento da população e órgãos de apoio às mulheres que estão em situação de violência.

Karla explica que neste ano, durante a atual gestão da Prefeitura de Teresina, a Secretária da Mulher vai aderir ao calendário nacional de 21 dias – comumente, outros órgãos e repartições utilizam 16 dias. “Aderimos aos 21 dias pois consideramos que o ativismo se inicia no Dia da Consciência Negra (20) e vai até o dia Internacional dos Direitos Humanos (10)”, reforça a secretária.

As atividades e ações serão divulgadas através do site oficial da SMPM e das redes sociais: Twitter, Instagram e YouTube.


=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Cidades

Fundação Wall Ferraz realiza Primeira Feira das Profissões do Centro Social do Parque Alvorada”

Publicado

em

Por

Fundação Wall Ferraz realiza Primeira Feira das Profissões do Centro Social do Parque Alvorada”

A Fundação Wall Ferraz, em Parceria com a AFIL – Associação Firmino Lacerda, realizou na manhã desta quinta-feira (02/12), a “Primeira Feira de Profissões, do Centro Social do Parque Alvorada”, realizada no bairro Parque Alvorada (zona norte). No momento estão sendo ofertados os cursos de “Recursos humanos” e “Empreendedorismo e Liderança”, na sede da AFIL.

No evento os alunos apresentaram na prática, o conteúdo e as habilidades adquiridas no decorrer dos cursos, entre as habilidades expostas, destacaram-se: processo de seleção, recrutamento, treinamento e contratação.

Na ocasião também aconteceu uma feira de empreendedores, organizada pelos alunos do curso “Empreendedorismo e liderança”, com a comercialização de produtos para o público, como alimentos, roupas, artigos de decoração, etc. E por fim, as atividades foram encerradas com o workshop presencial de tranças e unhas em gel.

“A qualificação profissional é importante em todas as fases da vida, seja para a busca do primeiro emprego ou para ingressar no mercado de trabalho. Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos para se tornarem profissionais capacitados para o mercado de trabalho”, disse Maykon Silva, presidente da FWF.

A nova parceria da FWF com a AFIL conta com a oferta de 10 cursos em diferentes áreas, através do projeto “Educação profissional com inovação tecnológica”, que tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Essa parceria conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Luís André.

Feira reuniu alunos e técnicos da FWF / Fotos: Ascom FWF

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Cidades

Teresina teve 89 alunos de escolas municipais medalhistas em competição nacional de astronomia

Publicado

em

Por

Teresina teve 89 alunos de escolas municipais medalhistas em competição nacional de astronomia

A Agência Espacial Brasileira e a Sociedade Astronômica Brasileira divulgaram os nomes dos medalhistas da 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) e 15ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). Em Teresina, 89 alunos de escolas municipais foram premiados competindo com estudantes de grandes escolas públicas e privadas.

A OBA e a MOBFOG são olimpíadas científicas que mobilizam alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio de todo o país. O objetivo é incentivar o estudo e pesquisa da astronomia, descobrindo jovens talentos. Este ano, a preparação dos estudantes aconteceu de forma online.

No Programa Cidade Olímpica Educacional, da Secretaria Municipal de Educação (Semec), a turma participou de aulas, revisões e simulados no formato remoto. Os professores montaram um material de estudo exclusivo para essas competições, com programação aplicada também para os alunos de escolas municipais que não participam do Programa, mas toparam competir.

Foram 34 medalhas de ouro, com destaque para a Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, com nove alunos premiados. “Estamos bastante orgulhosos desse resultado, fruto de um trabalho de dedicação dos alunos e apoio dos professores, que sempre acreditam no potencial dos nossos estudantes. Esse foi um excelente resultado a nível nacional, competindo no mesmo nível de alunos da rede privada”, disse o secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos.

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular