Conecte-se conosco

Cidades

Espetáculo Hereditário estreia em dezembro com João Cláudio Moreno, Patricia Mellodi e Clara Mello

Publicado

em

Espetáculo Hereditário estreia em dezembro com João Cláudio Moreno, Patricia Mellodi e Clara Mello

João Cláudio Moreno, humorista com mais de trinta anos de uma carreira de sucesso; Patricia Mellodi, cantora e compositora com sucesso nas rádios nacionais, prêmios de música e canções em novelas da Globo; Clara Mello, escritora, poeta, roteirista; formam uma família nada tradicional. Separados há mais de vinte anos, Patrícia e João se mantiveram unidos através da filha Clara e o amor ao ofício de artistas. Entre Teresina e Rio de Janeiro, e muitos projetos culturais, os três se mantiveram interligados e parceiros.

Pai, mãe e filha se unem no palco pela primeira vez para o espetáculo Hereditário que mistura humor, música e poesia e tem como tema as relações familiares. Sempre através das artes, o ponto de união, os três vão contar a própria história, do encontro dos pais à separação, o nascimento da filha, a relação de pai e filha, mãe e filha, e a reconstrução e ressignificação das relações através do tempo.

A arte dos três é interligada pelos elos familiares, memórias, e também pelo amor ao Piauí, o sentimento de pertencimento, ancestralidade, hereditariedade de quem nasceu e tem orgulho de ter sua origem no berço dos homens e mulheres americanos. O roteiro é assinado por Clara Mello, que também participa de algumas composições com a mãe Patricia Mellodi. Segundo ela, o projeto passou por muitos ciclos até finalmente ganhar a forma que será levada ao público.

“Inicialmente era um livro inspirado no meu pai, depois virou o título de um projeto com a minha mãe, com composições que fizemos em parceria. Mas depois que a nossa produtora Darcy Mendonça viu uma live dos meus pais, ela teve a sacada de que o Hereditário não era uma coisa nem outra, mas nós três juntos. De cara achei que ela estava maluca, disse que ela teria que me pagar 10 anos de terapia para eu aceitar uma coisa dessas, mas depois entendi a força que essa união tinha, não só pelo nosso profundo elo de amor, pela nossa história ser toda muito bonita, mas também por sermos três artistas tão fortes e múltiplos individualmente. E que fazer esse espetáculo seria a própria terapia. Não só para nós, mas provavelmente também para várias outras pessoas, porque todo mundo tem questões a resolver com os pais”, conta Clara Mello, concluindo que o “Hereditário” não é só a história pessoal da família, é sobre todos os vínculos familiares, é você perceber que tem tudo a ver com uma bisavó que nem conheceu, que tem talentos, anseios, intuições que são dos seus antepassados, é a passagem de todos nós por esse mundo e o legado que a gente deixa para que a vida continue.

O espetáculo que acontece em Teresina, no próximo dia 02 de Dezembro, no Palácio da Música, tem direção de Moisés Chaves e produção Darcy Mendonça e Antoniel Ribeiro. O mesmo conta com investimentos da Lei Aldir Blanc, através de um edital lançado pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Cidades

Fundação Wall Ferraz realiza Primeira Feira das Profissões do Centro Social do Parque Alvorada”

Publicado

em

Por

Fundação Wall Ferraz realiza Primeira Feira das Profissões do Centro Social do Parque Alvorada”

A Fundação Wall Ferraz, em Parceria com a AFIL – Associação Firmino Lacerda, realizou na manhã desta quinta-feira (02/12), a “Primeira Feira de Profissões, do Centro Social do Parque Alvorada”, realizada no bairro Parque Alvorada (zona norte). No momento estão sendo ofertados os cursos de “Recursos humanos” e “Empreendedorismo e Liderança”, na sede da AFIL.

No evento os alunos apresentaram na prática, o conteúdo e as habilidades adquiridas no decorrer dos cursos, entre as habilidades expostas, destacaram-se: processo de seleção, recrutamento, treinamento e contratação.

Na ocasião também aconteceu uma feira de empreendedores, organizada pelos alunos do curso “Empreendedorismo e liderança”, com a comercialização de produtos para o público, como alimentos, roupas, artigos de decoração, etc. E por fim, as atividades foram encerradas com o workshop presencial de tranças e unhas em gel.

“A qualificação profissional é importante em todas as fases da vida, seja para a busca do primeiro emprego ou para ingressar no mercado de trabalho. Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos para se tornarem profissionais capacitados para o mercado de trabalho”, disse Maykon Silva, presidente da FWF.

A nova parceria da FWF com a AFIL conta com a oferta de 10 cursos em diferentes áreas, através do projeto “Educação profissional com inovação tecnológica”, que tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Essa parceria conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Luís André.

Feira reuniu alunos e técnicos da FWF / Fotos: Ascom FWF

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Cidades

Teresina teve 89 alunos de escolas municipais medalhistas em competição nacional de astronomia

Publicado

em

Por

Teresina teve 89 alunos de escolas municipais medalhistas em competição nacional de astronomia

A Agência Espacial Brasileira e a Sociedade Astronômica Brasileira divulgaram os nomes dos medalhistas da 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) e 15ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). Em Teresina, 89 alunos de escolas municipais foram premiados competindo com estudantes de grandes escolas públicas e privadas.

A OBA e a MOBFOG são olimpíadas científicas que mobilizam alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio de todo o país. O objetivo é incentivar o estudo e pesquisa da astronomia, descobrindo jovens talentos. Este ano, a preparação dos estudantes aconteceu de forma online.

No Programa Cidade Olímpica Educacional, da Secretaria Municipal de Educação (Semec), a turma participou de aulas, revisões e simulados no formato remoto. Os professores montaram um material de estudo exclusivo para essas competições, com programação aplicada também para os alunos de escolas municipais que não participam do Programa, mas toparam competir.

Foram 34 medalhas de ouro, com destaque para a Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, com nove alunos premiados. “Estamos bastante orgulhosos desse resultado, fruto de um trabalho de dedicação dos alunos e apoio dos professores, que sempre acreditam no potencial dos nossos estudantes. Esse foi um excelente resultado a nível nacional, competindo no mesmo nível de alunos da rede privada”, disse o secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos.

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular