Conecte-se conosco

Cidades

Teresina oferece atendimento de saúde mental no Provida e nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)

Publicado

em

Teresina oferece atendimento de saúde mental no Provida e nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) disponibiliza atendimento psicossocial por meio do ambulatório especializado de saúde mental e de prevenção ao suicídio (Provida e também em cinco Centros de Atenção Psicossocial de Referência em todas as zonas da cidade, sendo 01 específico para atendimento as pessoas com problemas pelo uso de álcool ou outras drogas (CAPS AD) e outro para atendimento exclusivo de crianças e adolescentes (CAPSi).

No ambulatório Provida são atendidas pessoas com ideação suicida. O atendimento não foi interrompido durante a pandemia e foram realizadas 1.161 consultas de janeiro a abril deste ano e 1.525 consultas de janeiro a outubro de 2020.O atendimento é por demanda espontânea de segunda sexta-feira pela manhã e tarde.

No ambulatório Provida são atendidas pessoas com ideação suicida. (Foto: Ascom/FMS)

 Atualmente trabalham no Provida 6 psicólogos e 3 psiquiatras que atendem pessoas com idade superior a 12 anos. A gerente de Saúde Mental da FMS, Larissa Carvalho, informa que o atendimento é feito sem necessidade de encaminhamento médico, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h e das 14h às 17h. “O ambulatório Provida funciona há quase 7 anos atendendo pessoas com ideação suicida que buscam atendimento de forma espontânea nesses horários com psiquiatra e psicólogo como forma de intervir emergencialmente, a curto prazo, a ideação suicida”, diz.

Provida atende pessoas com idade superior a 12 anos. (Foto: Ascom/FMS)

 A modalidade de tratamento adotada pelo Provida é o de psicoterapia de crise, que consiste numa intervenção emergencial de curto prazo, com duração média de seis a oito semanas, com objetivo de reduzir a perturbação mental e, consequentemente, o risco de suicídio, requerendo um atendimento especializado.  O atendimento tem continuidade com encaminhamento para o serviço mais adequado que pode ser na rede de saúde mental por meio dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) conforme as necessidades do paciente e de suporte aos familiares do paciente.

 Provida (ambulatório especializado de saúde mental e de prevenção ao suicídio).

Rua Desembargador Freitas, nº 1599, Edifício Paulo VI.  Telefone (86) 3215-7709

Horário funcionamento:

Os Centros de Atenção Psicossocial-CAPS atendem homens e mulheres maiores de 18 anos que apresentam sofrimento psíquico, que impossibilite de viver e realizar seus projetos de vida. Para serem atendidos, os pacientes devem procurar diretamente o serviço ou ser encaminhado pelo Programa de Saúde da Família (PSF) ou por qualquer serviço de saúde.

*CAPS AD –  Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas é um serviço de atendimento as pessoas com problemas pelo uso de álcool ou outras drogas.

Endereço: Rua Quintino Bocaiúva, nº 2978.  Bairro Macaúba-Teresina/PI

Fone: 3215-7762

E- mail: [email protected]

Horário de Funcionamento: segunda a sexta – feira nos turnos manhã e tarde.

 *CAPS Infantil – CAPSi – Centro de Atenção Psicossocial Infantil atende crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e persistentes e problemas relacionados ao uso e abuso de álcool e outras drogas e suas famílias de referência dentro da abrangência do território, possibilitando a reorganização social, emocional, educacional, laborativa para a vivência plena da cidadania.

Endereço: Rua Coronel Cezar, nº 1566. Bairro Morada do Sol.

Fone: (86) 3223-9661

E-mail: [email protected]

Horário de Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

*CAPS II SUL – tem três níveis de atendimento, dependendo da gravidade com a qual o paciente é diagnosticado. O primeiro é o intensivo, em que o usuário permanece o dia todo no Centro até que a sua situação se normalize. O segundo é o semi-intensivo, em que o usuário é acolhido e recebe acompanhamento três vezes por semana, de segunda a sexta-feira; e o terceiro é o não-intensivo, com acompanhamento, em média, três vezes por mês.

Endereço: Av. Barão de Gurguéia 2913. Bairro Pio XII.

Telefone: (86) 3218-4865

E-mail: [email protected]

Horário de Funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

*CAPS II Leste realiza acompanhamento clínico e psicossocial, em pessoas maiores de 18 anos, com transtornos mentais graves e severos, buscando a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercícios dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

Endereço: Rua Visconde da Parnaíba, 2435. Bairro Horto Florestal.

Telefone: (86) 3216-3967

E-mail: [email protected]

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

*CAPS II Sudeste realiza o acompanhamento clínico e psicossocial, em pessoas maiores de 18 anos, com transtornos mentais graves e severos, buscando a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercícios dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

Endereço: Rua Poncion Caldas, Bairro Colorado – Loteamento Parque do Sol – Renascença (ao lado da U.B.S Redonda)

Telefone: (86) 3236-8747

E-mail: [email protected]

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12 horas e das 14h às 17h.

 *CAPS II Centro-Norte – trabalha no acompanhamento clínico e psicossocial, em pessoas maiores de 18 anos, com transtornos mentais graves e severos, buscando a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercícios dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

Endereço: Rua Presidente Lincoln, 4727, Bairro São Joaquim

Telefone: (86) 3213-2080

E-mail: [email protected]

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

*CAPS III SUL – Centro de Atenção Psicossocial Tipo III-Sul

O CAPS III Sul é um serviço ambulatorial de atenção contínua, funcionando durante 24 horas diariamente, incluindo feriados e finais de semana, com atendimento da rede de cuidados em saúde mental no âmbito do seu território.

Endereço: Av. Barão de Gurguéia 2913. Bairro Pio XII.

Telefone: (86) 3218-4865

E-mail: [email protected]

Horário de Funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Endereço: Rua Costa Rica. Nº 466. Bairro Três Andares.

Telefone: (86) 3221-6422 / 3221-0092

E-mail: [email protected]

Horário de funcionamento 24 horas.

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Cidades

Fundação Wall Ferraz realiza Primeira Feira das Profissões do Centro Social do Parque Alvorada”

Publicado

em

Por

Fundação Wall Ferraz realiza Primeira Feira das Profissões do Centro Social do Parque Alvorada”

A Fundação Wall Ferraz, em Parceria com a AFIL – Associação Firmino Lacerda, realizou na manhã desta quinta-feira (02/12), a “Primeira Feira de Profissões, do Centro Social do Parque Alvorada”, realizada no bairro Parque Alvorada (zona norte). No momento estão sendo ofertados os cursos de “Recursos humanos” e “Empreendedorismo e Liderança”, na sede da AFIL.

No evento os alunos apresentaram na prática, o conteúdo e as habilidades adquiridas no decorrer dos cursos, entre as habilidades expostas, destacaram-se: processo de seleção, recrutamento, treinamento e contratação.

Na ocasião também aconteceu uma feira de empreendedores, organizada pelos alunos do curso “Empreendedorismo e liderança”, com a comercialização de produtos para o público, como alimentos, roupas, artigos de decoração, etc. E por fim, as atividades foram encerradas com o workshop presencial de tranças e unhas em gel.

“A qualificação profissional é importante em todas as fases da vida, seja para a busca do primeiro emprego ou para ingressar no mercado de trabalho. Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos para se tornarem profissionais capacitados para o mercado de trabalho”, disse Maykon Silva, presidente da FWF.

A nova parceria da FWF com a AFIL conta com a oferta de 10 cursos em diferentes áreas, através do projeto “Educação profissional com inovação tecnológica”, que tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Essa parceria conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Luís André.

Feira reuniu alunos e técnicos da FWF / Fotos: Ascom FWF

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Cidades

Teresina teve 89 alunos de escolas municipais medalhistas em competição nacional de astronomia

Publicado

em

Por

Teresina teve 89 alunos de escolas municipais medalhistas em competição nacional de astronomia

A Agência Espacial Brasileira e a Sociedade Astronômica Brasileira divulgaram os nomes dos medalhistas da 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) e 15ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). Em Teresina, 89 alunos de escolas municipais foram premiados competindo com estudantes de grandes escolas públicas e privadas.

A OBA e a MOBFOG são olimpíadas científicas que mobilizam alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio de todo o país. O objetivo é incentivar o estudo e pesquisa da astronomia, descobrindo jovens talentos. Este ano, a preparação dos estudantes aconteceu de forma online.

No Programa Cidade Olímpica Educacional, da Secretaria Municipal de Educação (Semec), a turma participou de aulas, revisões e simulados no formato remoto. Os professores montaram um material de estudo exclusivo para essas competições, com programação aplicada também para os alunos de escolas municipais que não participam do Programa, mas toparam competir.

Foram 34 medalhas de ouro, com destaque para a Escola Municipal Nossa Senhora da Paz, com nove alunos premiados. “Estamos bastante orgulhosos desse resultado, fruto de um trabalho de dedicação dos alunos e apoio dos professores, que sempre acreditam no potencial dos nossos estudantes. Esse foi um excelente resultado a nível nacional, competindo no mesmo nível de alunos da rede privada”, disse o secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos.

Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular