Conecte-se conosco

Cidades

CMEI Vila Bandeirante monta rede de apoio emocional para equipe escolar e pais

Publicado

em

CMEI Vila Bandeirante monta rede de apoio emocional para equipe escolar e pais

Fotos: Ascom Semec

A pandemia trouxe uma série de problemas emocionais que dificultam as atividades mais simples do dia a dia. Com as aulas presenciais suspensas desde o ano passado, muitos profissionais da educação, alunos e pais começaram a lidar com sentimentos como medo, angustia e depressão. Para oferecer ajuda nessa fase difícil, o CMEI Vila Bandeirante montou uma rede de apoio emocional, espiritual, social e físico.

A psicóloga Ana Cléa Moura atende de forma voluntária professoras e outros servidores do CMEI, no formato online. O trabalho é de fortalecer o grupo, ouvindo suas demandas profissionais e pessoais. “Procuro manter a equipe da escola fortalecida, saudável, para assim podermos apoiar as famílias”, conta a diretora Nordely Noronha.

Para os pais, o CMEI oferece o serviço de capelania escolar. Dois capelões atendem presencialmente na escola, por horários agendados, com assistência emocional e espiritual. São profissionais capacitados para ouvir e aconselhar.

“Não é psicologia, é aconselhamento, um ombro amigo”, explica o capelão Jório Ferreira. Durante os encontros, que têm como base a fé, os pais podem desabafar e até recebem orientações para que busquem outros especialistas. “Estou à disposição para ouvir e dialogar sobre como está sendo a rotina da família durante a pandemia. Então busco falar também de Deus, não sobre religião, mas o poder da fé. Motivo, encorajo e reforço a importância de seguir todos os protocolos contra a disseminação do coronavírus”, disse o capelão.

Segundo a diretora, a escola cumpre um papel fundamental na comunidade, e a rede de apoio tem surtido efeitos positivos. “Sabemos que muitos pais estão desempregados, cansados e abalados, isso reflete no desempenho das crianças em relação ao acompanhamento das aulas remotas. A partir dessas iniciativas humanizadas, conseguimos perceber um fortalecimento dos laços, gratidão por parte das famílias, pois sabem a escola está presente em todos os momentos. A participação dos alunos nas atividades, então, ganhou força. Dessa forma também gostaríamos de deixar a ação como ideia para outros CMEIs. Nos colocamos à disposição para auxiliar na ampliação desse trabalho por Teresina”, finalizou Noderly.

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

FMS realiza treinamento sobre protocolo de sífilis congênita para profissionais das maternidades

Publicado

em

Por

FMS realiza treinamento sobre protocolo de sífilis congênita para profissionais das maternidades

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza nesta terça-feira, 19, a partir das 9h30, na Maternidade do bairro Buenos Aires, treinamento dos profissionais sobre o Protocolo da Sífilis Congênita, coordenado pelo neonatologista da Maternidade do Buenos Aires, Marcos Bitencourt. A ação faz parte da campanha Outubro Verde, que no terceiro sábado deste mês, é dedicado para mobilizações do Dia Nacional de Combate à Sífilis Congênita. Na rede municipal as ações serão desenvolvidas nas  demais maternidades até o dia 22.

A Campanha Outubro Verde promove visibilidade e conscientização sobre a sífilis congênita, doença infectocontagiosa que é caracterizada pela transmissão da sífilis da mãe para o feto ou para o recém-nascido. A campanha visa chamar a atenção da população para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento da doença na gestante.

Na terça-feira (20) o treinamento acontece pela manhã na Maternidade Wall Ferraz, bairro Dirceu; na quarta-feira (21) a atividade é na Maternidade do bairro Satélite e dia 22 na Maternidade do bairro Promorar.

O treinamento tem como objetivo orientar os profissionais das maternidades sobre os procedimentos no atendimento à gestante e ao recém-nascido, com as orientações para o médico obstetra/plantonista, médico neonatologista, médico pediatra do ambulatório, enfermeiro, profissionais de laboratório, núcleo hospitalar de epidemiologia e farmacêutico.

A chefe do Núcleo de Epidemiologia Hospitalar da FMS, Vanessa Matos,  explica que o protocolo determina também o acompanhamento do tratamento da criança diagnosticada com  sífilis congênita. “Nesses casos quando a criança recebe atendimento ambulatorial é feito o atendimento até os 18 meses de vida dessa criança”, diz.

Fotos: Ascom FMS

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Cidades

SAAD Centro dá início ao projeto THE Limpa e realiza limpeza nas margens dos rios Parnaíba e Poti

Publicado

em

Por

SAAD Centro dá início ao projeto THE Limpa e realiza limpeza nas margens dos rios Parnaíba e Poti

A Superintendência das Ações Descentralizadas (SAAD) Centro deu início nesta segunda-feira (18) ao Projeto THE Limpa. A ação realizará a limpeza das margens dos rios Parnaíba e Poti em Teresina e tem como objetivo a preservação ambiental e da fauna na região.

De acordo com o superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, 15 agentes de limpeza serão mobilizados para a rio Parnaíba e em um segundo momento seguiram para o rio Poti. No local, o grupo fará a captação de resíduos sólidos. O chefe da pasta frisou que os profissionais permanecerão reforçando a limpeza até que a região de competência da SAAD Centro esteja livre de lixo na margem do rio.

“Nossa equipe já esteve no local anteriormente fazendo a remoção dos aguapés que prejudicam a vida aquática do rio. Agora, vamos atuar em outra frente, que será a remoção de todo o lixo das margens, que afeta a vida dos animais e da própria população que vive no entorno. Esse é um compromisso da Superintendente e da Prefeitura com a preservação ambiental da cidade. Queremos aproveitar para pedir a atenção da população para essa conscientização sobre o meio ambiente e para o fato de que o descarte irregular do lixo é bastante prejudicial”, frisou Roncalli Filho.

O gerente de limpeza urbana na SAAD Centro, Paulo Eduardo, relatou que a ação foi organizada pois constatou-se um intenso descarte irregular de lixo na área, em um ponto que passou a prejudicar o bem-estar da fauna da cidade.

“Com a limpeza vamos evitar que a água carregue esses resíduos para dentro do rio e também vamos evitar acidentes com os animais, como tejos, iguanas e cobras como a jiboia. Em vistoria que fizemos avistamos uma iguana com o rabo decepado e acreditamos ter sido devido a esse lixo. Haviam muitos cacos de vidro, de garrafas quebradas e televisões velhas”, pontuou.

Segundo Paulo Eduardo, a limpeza começará na região próxima ao bairro Primavera, na zona Norte, que foi o local mais crítico identificado. O gerente também ressaltou que a coleta do lixo será feita de forma seletiva, com equipes distintas para plásticos, papel ou vidro, de forma que conforme o possível, o material será enviado para a reciclagem.

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular