Conecte-se conosco

Cidades

Jovens adultos são maioria entre casos confirmados de Covid-19 no Piauí

Publicado

em

Covid-19 avança entre jovens no Piauí e no Brasil

Segundo os dados da Secretaria de Estado da Saúde do Estado (SESAPI), jovens adultos são a maioria entre casos confirmados de Covid-19 no Piauí.

A faixa que abrange pessoa de 20 a 49 anos representam 58,75% entre os casos confirmados da doença no Piauí. A maior concentração é entre jovens de 30 a 39 anos (22,33%). As crianças de 0 a 9 anos são 4,6% dos casos registrados de Covid-19 no Piauí.

O percentual de óbitos continua maior entre os idosos. Das vítimas de Covid-19 no Piauí, 77,6% tinham mais de 60 anos. Porém, vítimas mais jovens tem surgido com mais frequência no Boletim Epidemiológico da SESAPI. Ontem (9), seis mortes em decorrência da doença foram de pessoas com menos de 60 anos de um total de 37 óbitos.

Com a vacinação dos idosos é esperado uma diminuição no registro de novos casos e de mortes nessa faixa etária da população.

O Brasil registou em março o maior número de jovens internados em leitos de UTI desde o início da pandemia. Pacientes de até 40 anos representavam 52,2% das internações, segundo matéria da Folha de São Paulo.

“Embora os dados mostrem que a vacina pode estar tendo o efeito esperado entre os mais velhos já imunizados, eles também revelam que, ao se acharem imbatíveis, os jovens, muitos sem qualquer comorbidade, são agora as maiores vítimas da epidemia”

Ederlon Rezende, coordenador da plataforma UTIs Brasileiras, para a folha de são paulo

Nova variante é mais agressiva entre jovens

Estudos apontam que as novas variantes do novo coronavírus seriam mais agressivas, com maior carga viral e letalidade, o que diminuiria a resistência do organismo de pessoas mais jovens.

Um estudo publicado no começo de abril por pesquisadores do Paraná resultou numa observação preocupante. A variante P.1 do coronavírus, que surgiu em Manaus, mata mais jovens. A disseminação da nova cepa no Brasil foi tratada pelos cientistas como “surto mortal”.

Segundo os dados, a proporção de pacientes que morreram após contraírem a Covid-19 era estável entre os meses de setembro de 2020 e janeiro de 2021. Entretanto, a partir de fevereiro deste ano, as taxas de mortalidade aumentaram para quase todos os grupos com mais de 20 anos.

Dados do governo mostram que no mês passado, mais de 2.030 brasileiros entre 30 e 39 anos morreram de COVID-19. Isso é quase o dobro do número registrado em janeiro. 

Cidades

Assistentes sociais da Semcaspi são homenageados com placa honra ao mérito

Publicado

em

Por

Assistentes sociais da Semcaspi são homenageados com placa honra ao mérito

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), realizou na manhã desta segunda-feira, (17/05), no Palácio da Música, Centro de Teresina, uma homenagem aos assistentes sociais do município.

A ação faz parte da programação de atividades em alusão ao dia 15 de maio, dia do/a assistente social. Dentre as ações, haverá a entrega do selo “assistente social: resistências e presença”, nesta sexta-feira, (21/05), às 9h, na Câmara Municipal de Teresina (CMT).

De acordo com Doutor Pessoa, prefeito de Teresina, a data é um marco para reconhecer o trabalho, o empenho e a dedicação que os/as assistentes sociais têm prestado junto ao munícipio para as pessoas mais vulneráveis.

“Primeiramente, quero parabenizar as assistentes sociais e a secretária Eliana Lago, pelo trabalho realizado em Teresina, inclusive, para aqueles profissionais que não estão nesta solenidade. No Brasil, o seguimento que é a alma e o corpo são as assistentes sociais, principalmente, diante da situação caótica que nos encontramos, de vulnerabilidade econômica causada pelo coronavírus. O cuidar das pessoas, dos mais vulneráveis, dos mais excluídos, se faz necessário, mais do que nunca. Meu coração é voltado para as questões sociais, tanto no meu plano de governo, quanto na assistência social”, ressalta.

Eliana Lago, secretária da Semcaspi, esclarece que a assistência social é um trabalho regido pela política do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), com legislações que refletem o bem estar e devem ser cumpridas.

“É um orgulho muito grande estar representando a Semcaspi! Eu me sinto, exatamente, onde deveria estar. Eu gostaria de deixar claro, que a assistência social é regulamentada e embasada em legislações, que refletem o bem estar social e devem ser cumpridas. Nós sabemos que os assistentes sociais não estão somente nos espaços públicos, ele está nas comunidades, nas empresas, planejando ações, atuando como docente, na pesquisa. Temos que alavancar a assistência social no lugar que é dela de direito. Eu parabenizo os milhares de assistentes sociais, não só do município, mas todos aqueles que estão atuando, dando o melhor de si, em prol das pessoas em situação de vulnerabilidade social”, destacou.

Maria Valdeníria da Silva, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, ressaltou que a categoria dos assistentes sociais cresceu bastante e merece respeito diante de seus trabalhos e lutas.

“Nós, da assistência social, somos de luta e resistência. Dentre as várias políticas que executamos com qualidade, precisamos lutar para garantir as condições de trabalho digna, seja na saúde, educação. Estamos em todos os espaços sejam públicos e privados e para que consigamos executar e atender o nosso público, que são a população em situação de vulnerabilidade social, é preciso valorizar este profissional de garra”, pontuou.

VACINA CONTRA COVID-19

Dentre as demandas dos profissionais da assistência social e que Eliana Lago, secretária da Semcaspi, tem dado apoio é a vacinação contra a Covid-19, principalmente, por atuarem, diretamente, no enfrentamento da pandemia, em contato com a população que está em situação de vulnerabilidade social.

O Projeto de Lei de autoria do vereador Luís André, que inclui os profissionais de assistência social como grupo prioritário, foi aprovado no dia 24 de março de 2021, por unanimidade na Câmara Municipal de Teresina (CMT).

 

 

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Cidades

Dr. Pessoa participa da posse do Conselho Municipal dos Direitos da População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais

Publicado

em

Por

Dr. Pessoa participa da posse do Conselho Municipal dos Direitos da População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

Tomaram nesta segunda-feira, 17, no Palácio da Cidade, os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) para o biênio 2020-2022.

Dr. Pessoa, prefeito de Teresina, ressalta a importância do Conselho e da política de inclusão. “O conselho é fundamental, principalmente para propor, deliberar, acompanhar e fiscalizar políticas relativas aos direitos LGBT. E nessa gestão vamos olhar forte para inclusão social de todos”, afirmou o prefeito.

O gerente dos Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), André Santos, disse que a secretaria vem prestando assistência a entidade, através de trabalhos de inclusão. “A Semcaspi vem prestando toda assistência ao Conselho LGBT e todas as entidades de campanhas e colegiados dentro de Teresina, com trabalhos de inclusão, através de políticas integradas e hoje tomam posse os novos conselheiros de Teresina dada pelo prefeito Dr. Pessoa”, falou o gerente.

A representante da Sociedade Civil, ArtGay, Patty Girl (Anderson Lima) ressaltou as conquistas da classe ao longo dos anos.

“Ao longo dos dois anos em que a minha entidade, ArtGay Piauí, esteve representando o Conselho Municipal dos Direitos da População LGBT, a gente teve conquistas muito boas e umas dela foi o Plano Municipal LGBT, que dentro das secretarias municipais ficam encarregadas em voltar uma ação ao público específico. Deixamos esse legado e esperamos tranquilamente que essa gestão que será liderada pelo poder público possa da continuidade a este trabalho”, disse Patty Girl.

O Conselho Municipal LGBT é composto por representantes do Poder Público Municipal e da Sociedade Civil:

Representantes do Poder Público Municipal

Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas – Semcaspi
Titular: Danilo Amorim de Sousa
Suplente – Carlos André Pereira Santos

Secretaria Municipal de Juventude – Semjuv
Titular: Maria das Dores dos Santos Barbosa
Suplente: Marlon Rodner Moura da Cunha

Secretaria Municipal de Educação – Semec
Titular: Wilson Pereira Gomes
Suplente: Keyla Christina Cardoso de Sousa

Secretaria Municipal de Esportes e Lazer – Semel
Titular: Antônio Reis de Sousa
Suplente: Solange Maria Sampaio

Fundação Municipal da Saúde – FMS
Titular: Mércia Cassandra Silva de brito
Suplente: Ana Maria da Silva Oliveira

Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves – FMC
Titular: Francisco das Chagas Carvalho Castro
Suplente: Marilene Evangelista de Sousa

Fundação Wall Ferraz – FWF
Titular: Sabrina Gomes de Sousa Andrade
Suplente: Fernanda de Aguiar Moura

Representantes da Sociedade Civil Organizada

Associação das Prostitutas do Piauí – Aprospi
Titular: Jeferson Silva
Suplente: Rainany Makely Silva Gomes

Articulação Brasileira de Gays – ArtGay
Titular: Anderson Ferreira Lima
Suplente: Vitor Sampaio Kozlowski Ferreira

Instituto Avante da Juventude
Titular: Fabrício Leonardo Oliveira da Rocha
Suplente: Luciana Alves Fontes

Associação das Travestis, Transexuais e Transgênero do Estado do Piauí – Atrapi
Titular: Monique dos Santos
Suplentes: João Ferreira Leite Júnior

Grupo Piauiense de Transexuais e Travestis GPTrans
Titular: Marcela Karine Carneiro Braz
Suplentes: Joseane Gomes Santos Ribeiro

Grupo Matizes
Titular: Herbert Medeiros
Suplentes: Carmem Lúcia dos Santos Ribeiro

Conselho Regional de Psicologia – CRP/11ª Região
Titular: Rafael Carvalho Pires da Silva
Suplente: Luciana Alves Fontes

=
Com Informação da Prefeitura de Teresina

Continue lendo

Câmbio

Capa

Tempo

Caro leitor,

Diariamente você recebe dezenas notícias no seu whatsapp. Algumas são verdadeiras, outras não.

Por isso, é tão importante poder contar com uma fonte de informação confiável – e independente.

É isso que nós fazemos. Produzimos conteúdo. De relevância e com qualidade. Nós checamos as informações antes de publicar para que você receba apenas a verdade.

Nós analisamos os fatos para que você construa sua opinião. Nós entrevistamos pessoas, confrontamos autoridades e cobramos resultados do setor público.

O Jornal Diário do Povo faz jornalismo. E para fazer bem feito, nós precisamos do seu apoio. Assine o jornal. Custa pouco, mas vale muito. 

Banca de Jornal

Popular